Mediacine
Destaques da semana

Sucesso em festivais do primeiro longa de Julia Murat

O primeiro longa de Julia Murat, Histórias que só existem quando lembradas, já é um sucesso nos festivais internacionais : selecionado ao festival de San Sebastian (Setembro de 2011), o filme também fois selecionado nos festivais de Gramado e Toronto.


Cinemaison no Rio de Janeiro

ÁS 18H: VOZES SILENCIOSAS

QU'UN SEUL TIENNE ET LES AUTRES SUIVRONT (França, 2009). De Léa Fehner. Com Farida Rahouadj, Julien Lucas, Marc Barbe, Pauline Etienne, Reda Kateb, Vincent Rottiers. Drama em Cores/116’. Classificação etária 14 anos.

Na sala de visitas de uma prisão francesa, a vida de um grupo de homens e mulheres se conecta por acaso através de destinos comuns. A mãe de um assassinado argelino, o sósia de um criminoso muito perigoso, a namorada de um jovem rebelde, um médico que finge cinismo e a irmã de um assassino têm uma hora para fazer as pazes com a vida. Cada um terá de assumir o próprio destino. Mais informações aqui.


ÁS 20H : AO LADO

À CÔTÉ (França, 2007). De Stéphane Mercurio . Documentário em Cores / 92’. Classificação etária 14 anos. Vida Social.

Como é comum nos arredores de quase todos os estabelecimentos penais franceses, perto da prisão masculina de Rennes há um centro de acolhimento para os parentes dos prisioneiros. Eles costumam freqüentá-lo antes e depois das visitas. Mais informações aqui.


A Cinemateca apresenta

FILMES FRANCESES NO BRASIL

  • 29/08, às 19h : A Aliança Francesa de Niterói no cineclube JEAN VIGO, projeta o filme MEU TIO de Jacques Demy. Mais informações aqui.
  • 30/08 : o Cine Santander Cultural organiza em Belo Horizonte "Le Rendez-vous du Cinéma Français" em parceria com a Aliança Francesa e mostra DUAS GAROTAS ROMÂNTICAS de Jacques Demy, em sessão comentada. Mais informações aqui.
  • 31/08 : o Cine Mercúrio em Diamantina exibe o ciclo de filmes “Amor à Francesa”, com uma temática clássica e sempre atual na história do cinema: as várias facetas do amor. As sessões, gratuitas e abertas ao público, acontecem sempre às quartas-feiras, no horário das 19h, no Cine Teatro Santa Izabel (Praça Dom Joaquim nº 166, Centro). Mais informações aqui.

Em cartaz no Brasil

EM CARTAZ NAS SALAS : AS PRAIAS DE AGNES

LES PLAGES D'AGNÈS (França, 2008). De Agnès Varda. Com Agnès Varda, Mathieu Demy. Documentário em Cores/ 110’.

“Se você abrir uma pessoa, irá achar paisagens. Se me abrir, irá achar praias”. É assim que a cineasta Agnès Varda apresenta sua auto-biografia documental.

Mais informações sobres as exibições de filmes franceses nas salas brasileiras aqui.


EM CARTAZ NA TV : O HOMEM QUE AMAVA AS MULHERES

L'HOMME QUI AIMAIT LES FEMMES (França, 1977). De François Truffaut. Comédia dramatica em Cores/118’.

Natal de 76. Há apenas algumas mulheres para acompanhar Bertrand Morane à sua última morada. Antes de sua morte, ele escreveu uma biografia, "Le Cavaleur", onde narra uma vida inteiramente consagrada às mulheres: das suas frustrações de infância pela mãe ausente à sua primeira experiência com uma prostituta, às suas incontáveis conquistas, até sua história com Geneviève Bigey.


EM CARTAZ NA TV : O SEGREDO DO GRÃO

LA GRAINE ET LE MULET (França, 2007). De Abdelattif Kechiche. Com Habib Boufares, Hafsia Herzi. Comédia dramatica em Cores / 114’.

Sète, o porto. O Senhor Beiji, sessenta anos sofridos, se arrasta pelo estaleiro naval em um emprego que se tornou doloroso ao longo dos anos. Pai de família divorciado insistindo em permanecer junto aos seus, apesar de uma história familiar de rupturas e tensões que sentimos estarem prestes a se reacender e que as dificuldades financeiras só fazem exacerbar, ele atravessa um período difícil da sua vida onde tudo parece contribuir para fazê-lo experimentar um sentimento de inutilidade. Confira a programação dos filmes franceses na TV brasileira aqui.


Au Brésil

A escola de artes audiovisuais Le Fresnoy acolhida pelo Oi Futuro de Ipanema

Até 4 de setembro, o público carioca poderá descobrir o atual estágio da arte audiovisual no mundo, graças à exposição "Era uma vez...", que trará ao espaço Oi Futuro Ipanema obras produzidas na consagrada escola francesa Le Fresnoy Studio National des Arts Contemporains, dirigida pelo cineasta e escritor Alain Fleischer. Além desta exposição, haverá também  projeções em espaços culturais nas comunidades da Maré, Vidigal e Cidade de Deus. Mais informações aqui.


SIGA-NOS NO FACEBOOK, TWITTER E PELO RSS

Facebook Twitter RSS

Caso não consiga visualizar o conteúdo, clique aqui.

Caso não queira mais assinar este boletim, clique aqui.