Mediacine
Destaques da semana

MY FRENCH FILM FESTIVAL 2020

A 10ª edição do MyFrenchFilmFestival.com termina no dia 16 de fevereiro.
Em 7 de fevereiro,  foram revelados os prêmios do júri e da imprensa internacional!

O júri internacional, presidido por Ira Sachs, e composto por Agathe Bonitzer, Jayro Bustamante, Brady Corbet, Judith Davis e Michaela Pavlátová, premiou L'Heure de la sortie, de Sébastien Marnier. Já o júri da imprensa internacional, formado por Edmée Cuttat, Fernand Denis, Rodrigo Fonseca, Alessandra De Luca e Mariam Schaghaghi, escolheu os filmes Les Hirondelles de Kaboul, de Zabou Breitman e Éléa Gobbé-Mévellec; e Pile poil, de Lauriane Escaffre e Yvonnick Muller.

Duas menções honrosas também foram entregues pelo júri da imprensa internacional: Les Météorites, de Romain Laguna; e Le Chant d’Ahmed, de Foued Mansour.

Aproveitem os últimos dias do festival para votar : https://www.myfrenchfilmfestival.com/fr/presentation


PRESENCA FRANCESA E BRASILEIRA NO FESTIVAL SUNDANCE

Os vencedores da edição 2020 do Sundance Film Festival, um dos mais importantes do cinema independente norte-americano, que aconteceu de 23 de janeiro ao 2 de fevereiro, foram anunciados.

A francesa Maimouna Doucouré recebeu o prêmio de melhor direção por seu primeiro longa metragem, Mignonnes, comprado pela Netflix. Maimouna Doucouré já havia sido premiada em 2017 por seu curta Maman(s).

Qu’importe si les bêtes meurent, de Sofia Alaoui, foi agraciado com o grande prêmio do júri.

Duas coproduções francesas também se destacaram:
Yalda, la nuit du pardon, de Massoud Bakhshi, recebeu o grande prêmio do júri.
Epicentro, de Hubert Sauper recebeu o grande prêmio do júri na categoria World Cinema.


PRESENÇA DO CINEMA BRASILEIRO NO 42° FESTIVAL DE CURTAS DE CLERMONT-FERRAND

O Festival de Curtas de Clermont-Ferrand que aconteceu entre 31 de janeiro e 8 de fevereiro premiou o cinema brasileiro.
Na categoria internacional, foi apresentado o curta Bonde de Asaph Luccas e na categoria LAB os diretores Bárbara Wagner e Benjamin de Burca apresentaram Rise (Brasil/Canada, Estados Unidos) e Swinguerra (Brasil).
Contamos também com a presença dos representantes doCinefoot, Curta Cinema, Curta KInoforum, Mix Brasil e Spcine no stand Brazilian Shorts.


Quebramar de Cris Lyra (27’) levou o prêmio do melhor filme documentário internacional.


PRESENÇA BRASILEIRA NO FESTIVAL FRANCÊS FAME

O Festival Internacional de filmes sobre Música (FAME) realiza sua 6ª edição entre os dias 12 e 16 de fevereiro.

São 5 dias de projeções, encontros, performances para uma experiência coletiva e musical em La Gaîté Lyrique, institução cultural parisiense que mistura arte, tecnologia e música moderna.
São 20 filmes que competem pelos três prêmios do festival (grande prêmio FAME 2020, prêmio dos estudantes e prêmio do público). O filme brasileiro My friend fela de Joel Zito Araújo figura na lista dos participantes. Conta trajetória do músico e criador do Afrobeat Fela Kuti com uma nova visão sobre o ícone e ao mesmo tempo sobre uma geração panafricana.

Para mais informações: https://gaite-lyrique.net/evenement/my-friend-fela


CINEMA FRANCÊS E BRASILEIRO NO 70º FESTIVAL DE BERLIM

A 70ª edição do Festival Internacional de Cinema de Berlim acontece entre 20 de fevereiro e 1º de março. A programação completa foi divulgada.

Na disputa pelo Urso de Ouro, maior prêmio do festival alemão, constam os seguintes filmes brasileiros e com coprodução brasileira:

Alice Junior de Gil Baroni, Chico ventana también quisiera tener un submarino(Uruguay/Argentina/ Brasil/ Netherlands/ Philippinas) de Alex Piperno, Cidade pássaro de Matias Mariani (Brasil/France),Los conductos de Camilo Restrepo (França/Colombia), Um crimen común de Francisco Márquez (Argentina, Brasil, Suiça).

E ainda estes filmes franceses e coproduções francesas : A l’abordage de Guillaume Brac, Gli appunti de Anna Azzori/ uno specchio que viaggia nel tempo (Austria/Alemanha/França), It wasn’t the right mountain, Mohammad de Mili Pecherer

 Mais informações disponíveis no site oficial do festival


PRESENCA BRASILEIRA NO CINEMA DU REEL

O Festival internacional do film documentário, Cinéma du reel, realiza sua 42ª edição entre 13 e 22 de março.

Na Seleção internacional, o Brasil está representado pelo filme Ontem havia coisas estranhas no céu de Bruno Risas.

Para mais informações sobre o festival:

http://www.cinemadureel.org


COMUNICADO IMPORTANTE DE TV5 MONDE BRASIL

Segue o comunicado público da TV5 monde informando sobre as mudanças do canal devido a cortes orçamentários:

« Prezados,

Seguindo os cortes orçamentários do governo francês para todos os seus grupos audiovisuais, a TV5MONDE também deverá reduzir seus investimentos globais. Isso se reflete em alterações na programação do canal, incluindo o corte dos telejornais noturnos, assim como a remoção das legendas no idioma local. Desta forma as legendas em português serão substituídas por legendas em francês.

 Neste contexto de redução orçamentária será necessário encerrar a exibição de programação brasileira independente e o sinal TV5MONDE Brasil voltará a ser o mesmo que o transmitido na América Latina. 

A partir do dia 17 de fevereiro as operadoras brasileiras que carregam o sinal da TV5MONDE Brasil passarão a transmitir o sinal da TV5MONDE América Latina e Caribe, com a mesma programação em francês e legendas no idioma original.

Agradecemos a compreensão e a parceria de sempre. »


Em cartaz no Brasil

13.02 Dilili em Paris

Dilili à Paris (França, 2018). De Michel Ocelot. Animação. Em/95’.

Com a ajuda de seu amigo entregador, Dilili, uma jovem Kanak, investiga uma série de misteriosos sequestros de jovens meninas que assolam a Paris da Belle Époque. Durante a investigação, ela encontra uma série de personagens extraordinários, cada um deles fornece pistas que a ajudarão em sua busca.


20.02 Liberté

Liberté ( França, Portugal, 2020). De Albert Serra. Com Helmut Berger, Marc Susini, Iliana Zabeth. Drama. Em/132’.

Madame de Dumeval, o Duque de Tesis e o Duque de Wand, libertinos expulsos da corte puritana de Luís XVI, procuram o apoio do lendário Duque de Walchen, sedutor e livre pensador alemão, solitário num país onde reinam hipocrisia e falsa virtude. A sua missão: exportar para a Alemanha a libertinagem, filosofia do Iluminismo baseada na rejeição da moral e da autoridade, mas também, e sobretudo, reencontrar um lugar seguro onde continuar os seus jogos desviados. Será que os noviços do convento vizinho se deixarão arrastar por esta noite louca em que a busca do prazer já não obedece a outras leis para além das ditas pelos desejos insaciáveis?


20.02 O jovem Ahmed

O jovem  Ahmed. ( França, Bélgica, 2019). De Jean-Pierre Dardenne, Luc Dardenne. Com Idir Ben Addi, Olivier Bonnaud, Myriem Akheddiou. Drama. Em/84’.

Ahmed é um jovem muçulmano de 13 anos que vive na Bélgica. Seguindo as palavras de um imã local, e inspirado nos passos do primo extremista, ele começa a rejeitar a autoridade da mãe e da professora. Quando se convence de que a professora é uma pecadora por ministrar um curso de árabe sem utilizar o Corão, Ahmed decide matá-la para impressionar os líderes religiosos e agradar a Alá. Depois do ato, o adolescente precisa lidar com as consequências de seu crime.


20.02 Frankie

Frankie (França, Portugal, 2019). De Ira Sachs. Com Isabelle Huppert, Sennia Nanua, Ariyon Bakare. Drama. Em/100.

Frankie descobre estar muito doente, com perspectiva de morrer dentro de poucos meses, ela se refugia em Sintra, Portugal, onde pretende passar os seus últimos dias, ao lado dos familiares, que aos poucos descobrem a gravidade da situação.


SIGA-NOS NO FACEBOOK, TWITTER E PELO RSS

Facebook Twitter RSS

Caso não consiga visualizar o conteúdo, clique aqui.

Caso não queira mais assinar este boletim, clique aqui.