Mediacine
Destaques da semana

AQUARIUS VENCE O GRANDE PRÊMIO DO CINEMA BRASILEIRO

O Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, realizado pela Academia Brasileira de Cinema na noite da última terça-feira (5) no Rio de Janeiro, concedeu a Aquarius os prêmios de melhor longa-metragem de ficção, direção (Kleber Mendonça Filho) e trilha sonora. O filme foi produzido por Emilie Lesclaux (CinemaScópio), em coprodução com a SBS (França), Videofilmes e Globo Filmes. Na França, obteve um sucesso acima da média, com 156 mil entradas vendidas e sucesso nos maiores festivais do país. Em Biarritz, Sônia Braga foi eleita melhor atriz pelo filme, que também levou o prêmio do Júri. Além disso, Aquarius foi considerado o melhor filme estrangeiro pelo SIndicato Francês de Crítica de Cinema em 2017 e foi indicado para Palma de Ouro do Festival de Cannes 2016 e para o César 2017.  


FESTIVAL DE BRASÍLIA DO CINEMA BRASILEIRO

O Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, um dos maiores festivais dedicados ao cinema nacional, chega à sua 50ª edição entre os dias 14 e 24 de setembro no Distrito Federal. A edição comemorativa de meio século trará como novidade um ambiente de negócios (20 a 22 de setembro) composto por atividades relacionadas à distribuição e comercialização de conteúdos para TV, cinema, VOD, internet e novas mídias. O mercado contará com a presença da Coordenadora da Mostra Primeiro Corte do Ventana Sur, Maria Nuñez, além de representantes do MIPCOM e de importantes distribuidoras e canais de TV. Além disso, a programação é composta pelas tradicionais mostras competitivas, sessões paralelas, retrospectivas, seminários, debates, palestras e oficinas. A 50ª edição contará, ainda, com outra novidade: a mostra Futuro Brasil, composta por filmes em finalização que serão apresentados exclusivamente a produtores de cinema e curadores de festivais internacionais a fim de proporcionar aos realizadores brasileiros condições mais competitivas para fazerem suas estreias internacionais e abrindo ainda a possibilidade de apoio técnico para a finalização das produções. O jornalista francês Quentin Papapietro virá ao Brasil para cobrir o Festival para a revista Les Cahiers du Cinéma participará do debate Crítica de cinema e os desafios dos novos formatos no universo digital, um debate para tratar de temas que atualizam a atividade da crítica jornalística em meio a um cenário que muda constantemente após a internet. A mesa abordará também a crítica a respeito de séries exibidas via streaming e como as entidades de críticos posicionam-se frente aos novos desafios. A programação completa está disponível no site do festival. 


FESTIVAL DOBRA 2017, RJ

O DOBRA – Festival Internacional de Cinema Experimental chega à 3ª edição entre os dias 11 e 18 de setembro, no Rio de Janeiro. O evento busca abrir espaço para a invenção e a resistência, aprofundando a reflexão crítica acerca do mundo contemporâneo e a potência de criação das artes fílmicas e audiovisuais, desde o princípio analógico até as novas tecnologias contemporâneas, num gesto descolonizador do olhar e da escuta. O artista francês Xavier Quérel foi convidado para apresentar a performance Alguns Minutos De Sol Após A Meia Noite, em sessão única no dia 13 de setembro às 21h na Cinemateca do MAM. Além disso, ministrará uma Oficina de Cinema Experimental na qual serão exploradas técnicas de impressão direta em 16mm e de copiagem por contato usando a câmera Bolex. A programação conta ainda com uma Oficina de Video Experimental e uma série de perfoormances e exibições. Consulte a programação completa aqui. Apoio: Embaixada da França, Institut Français Brasil, ALiança Francesa.


PRESENÇA BRASILEIRA NO FESTIVAL DE BIARRITZ, FRANÇA

Festival Biarritz Amérique Latine, evento que tem como missão fomentar o conhecimento do cinema e das culturas latino-americanas na França, chega a sua 26ª edição entre os dias 25 de setembro e 1 de outubro na cidade de Biarritz. Dois títulos brasileiros competem na mostra de documentários:O Som dos Sinos de Marcia MansurMarina Thomé e Cine São Paulo de Ricardo Martensen Felipe Tomazelli. Já na mostra competitiva de ficção, o Brasil emplacou As Boas Maneirasde Juliana Rojas e Marco Dutra. O país se saiu muito bem na última edição, A cidade onde envelheço, de Marília Rocha conquistou o maior prêmio do Festival, o Abrazo de Melhor Filme. Aquarius, de Kleber Mendonça Filho, recebeu o Prêmio do Júri e proporcionou à Sonia Braga o Prêmio de Melhor Atriz. Os curtas também tiveram destaque: Rosinha de Gui Campos recebeu a Menção Especial de Curta-metragem Caminho dos gigantes, de Alois Di Leo recebeu o Prêmio TV5 Monde


CONSULADO DA FRANÇA NO RIO DE JANEIRO É PALCO DE DEBATES SOBRE FOMENTO AO SETOR AUDIOVISUAL NO BRASIL E NA FRANÇA

O evento aconteceu na última terça-feira (5) no espaço cultural A MAISON do Consulado da França no Rio. Organizado pelo Congresso Brasileiro de Cinema (CBC) em parceria com o Serviço Audiovisual da Embaixada da França, o seminário Diálogo com a ANCINE sobre mecanismos de fomento do audiovisual brasileiro reuniu dirigentes da ANCINE, CBC, profissionais do setor, representantes da Embaixada da França e ex-membros do CNC (Centre national du cinéma et de l'image animée), para discutir mecanismos de fomento ao setor. O evento promoveu o debate sobre as políticas públicas para o segmento, utilizando a referência do CNC como inspiração para o mercado brasileiro. A Diretora-presidente em exercício da ANCINE, Debora Ivanov, participou de uma mesa-redonda de discussão de políticas públicas para o setor ao lado do Adido Audiovisual da Embaixada da França no Brasil, Raphaël Ceriez, e do Diretor de cinema e Titular do Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual, André Klotzel, e mediação da Vice-presidente do CBC e Titular do Conselho Superior de Cinema, Carolina Paiva. O Assessor de imprensa e comunicação do Consulado francês e ex-funcionário do CNC, Emmanuel Rufi,e o Presidente do CBC, Rojer Madruga, falaram no painel Fomento ao setor audiovisual na França: mecanismos e lógicas". 


FESTIFRANCE 2017, BH

Chega ao fim na próxima quarta (13),a terceira edição do FESTIFRANCE, mostra competitiva de cinema francês contemporâneo, no Sesc Palladium, em Belo Horizonte. Além das exibições de curtas, longas, documentários e animações francesas, a programação (inteiramente gratuita) contou ainda com  debates, oficinas de roteiro e workshops de realização e produção de curtas metragens. O trabalho de diretoras mulheres ganhou destaque nesta edição a fim de buscar – e discutir – a igualdade de gêneros também no cinema. Uma das cineastas convidadas foi a francesa Nais Van Laer, que apresentará seu último longa-metragem, Vivre avec Son Oeil (2016), também na Aliança Francesa de Niteroi (16 de setembro às 10h) e no Pólo Audiovisual da Zona da Mata, em Cataguases - MG (19 de setembro), onde ministra ainda uma Oficina de Realização direcionada ao público jovem. Apoio: Embaixada da França no Brasil, Institut Français Brasil e Aliança Francesa


PROJETO FRANCÊS UNE ARTE E NAVEGAÇÃO PARA VALORIZAR O PATRIMÔNIO DE CIDADES PORTUÁRIAS LATINO-AMERICANAS

Bato a film é um projeto concebido por um grupo de franceses, cujo objetivo é unir arte e navegação. O grupo saiu da França no fim de maio deste ano, a bordo do Tortuga, rumo a uma viagem de 13 meses pela América Latina durante a qual organizam residências artísticas a cada parada. Estas residências acolhem artistas locais e internacionais para criar curtas-metragens de animação sobre a especificidade de cada cidade portuária. O objetivo é partilhar momentos com os habitantes, a fim de descobrir suas histórias, sua cultura e, sobretudo, suas experiências. Os curtas-metragens realizados têm como centro de reflexão a cidade portuária, seu patrimônio e sua relação com o mar. Além disso, sempre colocam a poesia no coração de sua visão e de sua relação com o real. São realizados através de múltiplas técnicas de animação (colagem, desenho, pintura, stop motion, etc.), mas sua principal característica é resultar de um trabalho coletivo, multicultural, posto em prática com respeito e curiosidade pelas culturas e pessoas implicadas. No Brasil, o grupo já passou pela Aliança Francesa de Recife e pela Aliança Francesa de Botafogo, no Rio de Janeiro. Para saber mais sobre o projeto, apoiar e assistir às produções realizadas acesse o site.


DIRETOR FRANCÊS FAZ TOUR PELO BRASIL PARA APRESENTAR FILME

Marc de La Ménardière, que codirigiu o documentário Em Busca de Sentido (En Quête de Sens) ao lado do amigo Nathanael Coste, viajará por sete cidades brasileiras para apresentar o filme e conversar com o público. O cineasta passará por Niteroi (19 de setembro às 19h), Rio de Janeiro (20 de setembro às 19h), São Gonçalo (21 de setembro às 19h), Brasilia (22 de setembro às 19h30), São Paulo (25 de setembro às 19h), Campo Grande (27 de setembro às 19h) e Cambui (28 de setembro às 19h30). O filme conta a história de Marc e Nathanaël, dois amigos de infância que decidiram largar tudo para iniciar uma jornada em busca da solução dos questionamentos sobre os caminhos do mundo. Ao encontrarem com filósofos, professores, militantes ecologistas e guardiões de culturas antigas, a jornada dos jovens pelos continentes serviu para que eles repensassem sua relação com a natureza, com a felicidade e com o sentido da vida uma busca que transmite confiança na nossa habilidade de gerar mudança no mundo começando por nós próprios. Assista ao trailer. Em todas as cidades a programação é gratuita. Realização: Aliança Francesa.


INSCRIÇÕES ABERTAS PARA O 7º FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA EM BALNEÁRIO CAMBORIÚ

A 7ª edição do Festival Internacional de Cinema em Balneário Camboriú (SC), que será realizada de 23 de novembro a 4 de dezembro, recebe inscrições até dia 30 deste mês. Os interessados devem enviar suas realizações através do próprio site do festival. São aceitos filmes inéditos e não-inéditos, de longa, média e curta-metragem, e também obras audiovisuais inovadoras realizadas em diferentes formatos de produção e destinadas a variadas formas de exibição. As cinco categorias são: Internacional, principal janela do festival, onde são exibidos filmes brasileiros e estrangeiros inéditos, sejam curtas ou longa-metragens; Vivo, aberta a novas manifestações da linguagem audiovisual através de novos meios de produção e diferentes suportes de exibição (cinema expandido, cinema ao vivo, instalações e formatos que ultrapassam as possibilidades da sala escura); Catarina, para filmes realizados por diretores catarinenses ou que possuam alguma relação com o estado; Noturna, janela para o cinema fantástico em sessões noturnas; e Corujinha, que traz programação para todas as idades, formando jovens cinéfilos.


OFICINA DE ROTEIRO PARA SÉRIES DE TV, SP

A oficina, que será realizada de 13 a 27 de setembro no Centro de Pesquisa e Formação do Sesc, será ministrada pelo roteirista e professor da Academia Internacional de Cinema de São Paulo e do MIS, Ricardo Gryszpan. Os participantes vão entender como são criadas e desenvolvidas as séries de TV, quais ideias podem sustentar uma série, como criar personagens, a estrutura narrativa por trás dos episódios e as ferramentas usadas para criar cenas e diálogos. A oficina vai simular o processo que acontece nas salas de roteiro. Para completar cada etapa, os alunos conhecerão as ferramentas necessárias, debater sobre exemplos de sucesso e aplicar nos seus projetos. Ao final, os alunos terão desenvolvido um spec script – o roteiro de um episódio de uma série já existente. 


Cinemaison no Rio de Janeiro

11.09 Noite Coming of Age

13h - Queime o mar de Maki Berchache e NathalieNambot
(França 2014).  Documentário em cores/75’. Classificação etária Livre. 
Fragmentos de histórias da luta de jovens tunisianos após a queda da ditadura de Ben Ali. Um filme ensaio situado no limite da energia da revolução da antiga terra e a união a um mundo europeu dominado por relações capitalistas.

15h - Efeito Aquático de Sólveig Anspach
(França/Islândia 2016). Comédia Dramática em cores/83'. Classificação etária: 14 anos.
Samir se apaixona por Agathe. Ela é instrutora de natação para principiantes em um clube local, então ele decide se inscrever para ter aulas, mesmo sabendo nadar perfeitamente. Quando descobre a mentira, Agathe decide se afastar indo participar de um congresso e Samir, apaixonado, invade o evento para reconquistá-la. 

18h - Jovem Tigre de CyprienVial 
(França 2014). Drama em cores/87'. Classificação etária Livre | INÉDITO
Many, um adolescente indiano de Punjab, se estabelecera na França dois anos atrás. Graças ao auxílio do governo, ele consegue levar uma vida normal estudando, convivendo com os amigos, encontrando a namorada Elisabeth e praticando livremente sua religião. Toda essa estabilidade, porém, veio às custas de sua família que permaneceu na Índia, dando a Many a responsabilidade de lhes enviar dinheiro - que ele só pode conseguir através de trabalhos ilegais.

20h - Swagger de Olivier Babinet
(França 2016).  Documentário em cores, 84'. Classificação etária Livre.
Um documentário teen-filme que transporta o espectador para as mentes surpreendentes de onze adolescentes que crescem em um dos bairros mais desfavorecidos da França. Apesar das suas dificuldades de vida, as crianças de Sevran e de Aulnay têm sonhos e ambições. E ninguém vai tirar isso deles!


Ciné Le Corbusier em Brasília
Zero de Conduta

13.09 às 19h Zero de Conduta

Zéro de conduite (França 1933). 
De Jean Vigo. Comédia dramatica em preto e branco/47’. 
O filme remete às experiências escolares das crianças francesas baseadas nas memórias de Vigo sobre sua própria infância. Retrata um sistema educativo burocrático e repressivo diante do qual os estudantes empreendem verdadeiros atos de rebelião por vezes surreais, resultado de leituras libertárias da infância. O título faz referência a qualificação (nota) de um dos meninos recebem que lhes impede de sair no domingo. Também mostra a influência da obra de teatro Ubu Roi de Alfred Jarry.


O Grande Jogo

20.09 às 19h O Grande Jogo

Le grand jeu (França 2015). 
De Nicolas Pariser. Com André DussolierClémence PoésyMelvil Poupaud. Drama em cores/99’. Classificação etária Livre. 
Pierre Blum, um escritor de quarenta anos que teve seu auge no início de 2000, encontra no terraço de um casino um homem misterioso, Joseph Paskin. Influência política e manipulador carismático, ele leva Pierre em uma estranha jornada que o faz mergulhar num passado que preferiria esquecer, colocando assim sua vida em risco. Em meio a esse tumulto, Peter se apaixona por Laura, uma jovem militante da extrema esquerda; mas num mundo onde tudo parece dar errado, em quem podemos confiar?


Em cartaz no Brasil
Até nunca mais

07.09 Até Nunca Mais

À jamais (França, Portugal 2017). 
De Benoit Jacquot. Drama em /90’. 
Jacques é um cineasta e Laura uma performer. O casal mora numa grande casa isolada pelo mar. Rey morre. sem saber a causa da morte, Laura fica sozinha na casa, tendo que conviver com o fantasma de seu falecido marido.
Distribuição: Mares Filmes

 


Rodin

21.09 Rodin

(Bélgica, França 2017). 
De Jacques Doillon. Em /119’. 
A história do romance do famoso escultor francês com Camille Claudel.
Distribuição: Mares Filmes

 


A garota do armário

21.09 A garota do armário

Maman a tort (França 2017). 
De Marc Fitoussi. Em /110’. 
O mundo de Anouk, uma menina de 14 anos, vira de cabeça para baixo quando ela descobre que sua mãe está explorando as pessoas em seu trabalho.
Distribuição: Imovision

 


En attendant les hirondelles

21.09 En attendant les hirondelles

(Alemanha, Argélia, França 2016). 
Drama em /113’. 
De: Karim Moussaoui. As histórias de um rico promotor imobiliário, um neurologista ambicioso preso a seu passado e uma jovem dividida entre a voz da razão e seus sentimentos cruzam-se numa mistura de presente e passado, levando-nos a um mergulho na alma da sociedade árabe contemporânea.
Dsitribuição: Imovision


Na França

13ª EDIÇÃO DA MOSTRA BRÉSIL EN MOUVEMENTS

Brésil en Mouvements (BEM) é uma mostra não-competitiva de documentários sobre questões sociais e ambientais brasileiras que acontece anualmente na França. Organizada desde 2005, a mostra chega à sua 13ª entre os dias 27 de setembro e 1 de outubro em Paris. O evento funciona como uma janela para compreender e refletir sobre a sociedade brasileira de ontem e de hoje, mas também para construir pontes entre o Brasil e a França e ampliar o diálogo entre os dois países. Além das projeções, são organizados encontros e debates em torno de temáticas como inovação social, economia social e solidária, identidades negras, povos autóctones, direito do trabalho, meio ambiente, agricultura, agroecologia, direito à moradia, bairros populares, sindicalismo, música, culturas urbanas e, em destaque este ano, os direitos das mulheres e das pessoas LGBTIs. Assista ao trailer do evento. Organização: Autres Brésils. 


NA EUROPA

PRESENÇA BRASILEIRA NO 74º FESTIVAL DE VENEZA

No próximo sábado (9) chega ao fim a edição número 74 do Festival Internacional de Cinema de Veneza. Na mostra Orizzonti, competitiva que reúne as novas tendências mundiais, se encontra Invisible de Pablo Giorgelli, coprodução das argentinas Tarea Fina e Airecine com as brasileiras Sancho Filmes e Punta Colorada de Cinema, a francesa Urban Factory, a uruguaia Seacuatico e a alemã Augeschein Filmproducktion. Participa da mesma sessão o curta-metragem Meninas formicida de João Paulo Miranda Maria, coproduzido entre a brasileira Grupo Kino Olho e a francesa Les Valseurs. Zama, quarto longa-metragem de Lucrecia Martel, é um dos doze filmes na mostra não-competitiva de ficção. O filme é produzido pela Rei Cine (Argentina) e Bananeira Filmes (Brasil) e co-produzido por vários países. 


PITCHING FÓRUM DO FUNDO SØRFOND BUSCA PROJETOS LATINO-AMERICANOS

Sørfond, o Fundo Norueguês para o Cinema do Sul, mantém aberto até 1 de setembro o período de inscrição para participar do Pitching Forum, criado para facilitar o encontro de produtores de países em desenvolvimento com potenciais sócios noruegueses e europeus. A programação acontece anualmente no mês de novembro, marco do festival Films from the South, e seleciona oito projetos cujos produtores são convidados a viajar a Oslo para apresentá-los a profissionais interessados em coproduzir a nível internacional. Para a avaliação e seleção dos projetos, os organizadores levam em conta aspectos artísticos, de produção, econômicos e técnicos. Além disso, o comitê de seleção volta atenção especial para a identidade cultural das obras, valorizando especialmente a filmagem em língua e locações locais, assim como a experiência dos diretores e produtores e a participação de mulheres em postos chave do projeto.


Na América Latina

LOCARNO INDUSTRY ACADEMY ABRE CONVOCATÓRIA PARA ETAPA EM SÃO PAULO E NO CHILE

Industry Academy, a plataforma de capacitação para jovens profissionais do Festival de Locarno, amplia suas atividades na América Latina com a organização de duas novas oficinas nas cidades de São Paulo e Valdivia (Chile). Ambas se somam à etapa organizada em Morelia (México), através da qual o festival suíço desembarcou na região em 2015. Com esta iniciativa, o festival busca contribuir para a formação de jovens profissionais da indústria que trabalham nas áreas de venda, marketing, distribuição online e tradicional, exibição e programação, para que compreendam os desafios da indústria cinematográfica independente em seus países, na América Latina e no resto do mundo. Através de conferências e encontros, o Industry Academy permite que os participantes interajam com profissionais da indústria regional e internacional. O evento é considerado um atalho para a nova geração de profissionais interessados no setor cinematográfico independente, ajudando-os a entender os desafios da indústria e expandindo sua rede de contatos. A iniciativa também visa construir pontes entre os mercados da Europa, América do Norte e América Latina. A primeira edição na capital paulista será realizada entre os dias 25 e 29 de outubro. As atividades farão parte da Mostra Internacional de Cinema em São Paulo. Os interessados têm até 15 de setembro para se candidatar através do site.


SIGA-NOS NO FACEBOOK, TWITTER E PELO RSS

Facebook Twitter RSS

Caso não consiga visualizar o conteúdo, clique aqui.

Caso não queira mais assinar este boletim, clique aqui.