Mediacine
Destaques da semana

PERSPECTIVA AGNÈS VARDA NO VAC 2019

Com curadoria do Grupo Oficcina Multimédia e apoio do Instituto Francês do Brasil, o Verão Arte Contemporânea (VAC) 2019 realiza gratuitamente, entre os dias 5 e 14 de fevereiro, a Perspectiva Agnès Varda, um recorte sobre a obra e carreira da cineasta francesa.

O evento acontece em três locações da capital mineira: Cine Sesc Palladium (5 a 10/02), CCBB Belo Horizonte (11/02) e Cine Humberto Mauro - Palácio das Artes (12 a 14/02). A programação conta com os filmes Visages, Villages, As Duas Faces da Felicidade, As praias de Agnes e Jacquot de Nantes. Para além das sessões, crítico de cinema francês Serge Kaganski mediará bate-papos com a plateia após algumas exibições.

O evento é destinados a maiores de 16 anos e seus ingressos devem ser retirados nas bilheterias com 30 minutos de antecedência.

Para informações mais detalhadas sobre horários e programações, acesse o evento oficial no Facebook.


BOM TRABALHO NO IMS RIO

O cinema do Instituto Moreira Salles no Rio de Janeiro exibe, com apoio da Embaixada da França e do Instituto Francês do Brasil, no dia 14 de fevereiro o filme Bom trabalho, de Claire Denis. A sessão acontece às 19h30 e, em seguida, apresenta um debate com os críticos da revista Cinética.

No filme de Claire Denis, o ex-suboficial Galoup se lembra dos tempos felizes vividos na Legião Estrangeira Francesa, de sua vida muito bem orquestrada com uma tropa de homens abandonados no golfe de Djibouti, travando a guerra e consertando as estradas.

Outra exibição do filme será realizada no domingo, dia 17 de fevereiro, às 16h (sem debate).

Para mais informações e detalhes, acesse o site oficial do IMS ou o evento oficial no Facebook.


CLÁSSICOS AO AR LIVRE NA CINEMATECA BRASILEIRA

Em parceria com a cinemateca da Embaixada da França, a Cinemateca Brasileira de São Paulo vai apresentar dois filmes franceses durante a mostra “Clássicos ao ar livres” que ocorrerá entre os dias 9 de fevereiro e 9 de março, durante os fins de semanas.

O filme francês Planeta Fantástico de René Laloux (1972) será apresentado para a abertura da mostra, no dia 9 de fevereiro às 20h. Além disso, o filme French Cancan de Jean Renoir (1955), será o segundo filme francês apresentado, no dia 17 de fevereiro às 20h.

A mostra é gratuita, e os filmes serão apresentados na tela externa, ao ar livre.

Para ter acesso às informações completas, acesse o site oficial da Cinemateca Brasileira.


ÚLTIMOS DIAS DE MY FRENCH FILM FESTIVAL

O MyFrenchFilmFestival.com está em seus últimos dias.

Os filmes estão dispostos no site oficial do MyFrenchFilmFestival.com e em outras 50 diferentes plataformas online. Os internautas podem votar em seus filmes favoritos, além de poderem deixar seus comentários no site e compartilhar os conteúdos. O festival é inteiramente gratuito na América Latina, África, Coreia do Sul, Polônia, Romênia e Rússia.

Os júris de cineastas e da imprensa internacional se reunirão em Paris durante o festival para votar nos filmes vencedores. Três prêmios serão distribuídos no festival: o Prêmio Chopard dos Cineastas, (concedido por cineastas internacionais); o Prêmio Lacoste do Público, (concedido por internautas do mundo inteiro); o Prêmio da Imprensa Internacional (concedido por jornalistas internacionais). Os filmes vencedores serão exibidos em aviões da Air France durante 6 meses a partir de julho de 2019.

O MyFrenchFilmFestival acontece em parceria com o Institut Français.


GUAXUMA E OUTRAS HISTÓRIAS

Já está nos cinemas o Guaxuma e Outras Histórias, programa criado pelo circuito Itaú Cinemas. Esta exibição fílmica reúne em 60 minutos três curtas-metragens da diretora alagoana Nara Normande: Guaxuma; Tião, Sem Coração; e Dia Estrelado.

O curta Guaxuma, coproduzido por Brasil e França, teve sua estreia internacional em 2018 no Festival de Annecy, e foi premiado em diversos festivais, tais como Anima Mundi, Festival de Gramado; Festival de Brasília (Melhor Direção) e no Festival de Curtas de São Paulo (Prêmio do Público).

Sem Coração, é uma ficção, coodirigida por Nara Normande, vencedora do prêmio de Melhor Curta-Metragem na Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes 2014. No Brasil, recebeu os prêmios principais nos Festivais de Brasília, Internacional de Curtas, Goiânia, Curta Cinema/Rio e Diálogo/ PoA.

Por fim, Dia Estrelado, foi o primeiro curta de animação dirigido por Nara. O filme foi premiado em diversos festivais brasileiros como o Janela Internacional de Recife, Cine Ceará (prêmio Abraccine), Festival Internacional de Curtas e Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental – FICA.

O programa Guaxuma e Outras Históriasfica em cartaz nas próximas semanas nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba, Porto Alegre e Salvador do Espaço Itaú de Cinema. Além disso, na comemoração do aniversário de São Paulo, o programa terá exibição gratuita no Cinearte Petrobras, no dia 25 às 11h30.


FARAP2, NOVO DISPOSITIVO DO IFCIC

OIFCIC - (Institut Français para o Financiamento do Cinema e das Industrias Culturais) voltado ao financiamento de cinema e de indústrias culturais - juntamente ao CNC, lança em 2019 o FARAP2, um novo dispositivo de apoio e auxílio a empresas de exportação audiovisual.

Em 1993, o IFCIC lançou, em parceria com o CNC, o FARAP, um sistema pensado para conceder empréstimos a empresas de exportação de filmes. Essa ferramenta ganhou apoio de exportadores independentes do cinema. Recentemente, o CNC e o IFCIC identificaram necessidades comuns entre as empresas exportadoras e, em função disto, decidiram formular o FARAP2, uma ferramenta auxiliadora a Pequenas e Médias Empresas francesas que exerçam uma atividade de exportação de obras audiovisuais.

O novo dispositivo visa financiar investimentos e auxiliar nos custos ligados à exportação de obras audiovisuais (excluindo os custos de distribuição em França). É, na realidade, um complemento a outros esquemas de apoio aos exportadores. No último dia 9, uma reunião com membros da TV France International e do SEDPA foi realizada para apresentar o dispositivo FARAP2. A próxima Comissão Audiovisual do FARAP2 será realizada no dia 19 de fevereiro de 2019.

Para ter acesso a mais informações sobre o FARAP2, clique aqui.


FESTIVAL DE BERLIM 2019

Acontece na Alemanha até o dia 17 de fevereiro a 69ª edição do Festival de Berlim.

Nesta edição, o Brasil lidera a participação entre os países da América Latina com 11 produções: Marighella, de Wagner Moura; Greta, de Armando Praça; Divino Amor, de Gabriel Mascaro; Estou me Guardando para Quando o Carnaval Chegar, de Marcelo Gomes; Chão, de Camila Freitas; Querência, de Helvécio Marins Jr; A Rosa Azul de Novalis, de Gustavo Vinagre e Rodrigo Carneiro; Espero Tua (Re)volta, de Eliza Capai; Breve Historia del Planeta Verde, de Santiago Loza; Rise, de Bárbara Wagner e Benjamin de Burca; La Arrancada, de Adelmar Matias (colaboração entre França, Cuba e Brasil).

Dentre franceses disputantes do Urso de Ouro, estão os filmes The Golden Glove (Alemanha/França), de Fatih Akin, e By The Grace Of God (França), de François Ozon. A presença francesa na 69ª Berlinale é reforçada ainda na escolha de Juliette Binoche para presidir a presidência do júri dessa próxima edição. A atriz já foi premiada anteriormente em Berlim por sua atuação em O Paciente Inglês.

Para ter acesso a todas as informações sobre o Festival de Berlim de 2019, acesse o site.


Cinemaison no Rio de Janeiro

Cinemaison no Rio de Janeiro


Em cartaz no Brasil
No portal da eternidade

07.02 No portal da eternidade

[At eternity's gate, Reino Unido, França, Estados Unidos, 2018], de Julian Schnabel (Diamond Films). Gênero: drama. Elenco: Willem Dafoe, Rupert Friend, Oscar Isaac. Classificação: 12 anos.

História do pintor holandês Vicent van Gogh, que, mesmo tendo passado por tragédias pessoais, manteve o otimismo em seus trabalhos.


Guerra Fria

07.02 Guerra Fria

[Cold War, França, Polônia, Reino Unido, 2018], de Pawel Pawlikowski (California Filmes). Gênero: drama. Elenco: Joanna Kulig, Tomasz Kot, Borys Szyc. Classificação: 10 anos.

Durante a Guerra Fria, entre a Polônia stalinista e a Paris boêmia dos anos 50, um músico amante da liberdade e uma jovem cantora com histórias e temperamentos completamente diferentes vivem um amor impossível.


SIGA-NOS NO FACEBOOK, TWITTER E PELO RSS

Facebook Twitter RSS

Caso não consiga visualizar o conteúdo, clique aqui.

Caso não queira mais assinar este boletim, clique aqui.