Mediacine
Destaques da semana

14 DE JULHO: O DIA NACIONAL DO CINEMA FRANCÊS

O Projeto O dia nacional do cinema francês é uma parceria entre a Embaixada da França, a Fênix Filmes e a Imovision. A abertura do evento, que acontece dia 14 de julho no Reserva Cultural de Niterói, contará com a exibição da comédia inédita Amor, Paris e Cinema em presença do diretor Arnaud Viard. A escolha da data se dá por conta da Queda da Bastilha em 14 de julho de 1789, fato histórico considerado o marco inicial da Revolução Francesa. Desde então, a data se tornou um feriado nacional francês conhecido mundialmente. O principal objetivo do projeto é criar uma data comemorativa para o cinema francês no Brasil e evidenciar a relação entre os dois países, assim como retribuir a bagagem cultural compartilhada com nosso país desde a chegada da missão francesa, no século XIX. Outro fator importante para a criação do Dia nacional do cinema francês é a relevância econômica da França. Filmes franceses lançados entre 2009 e 2016 no Brasil somam 818 no total. Sendo 514 exclusivamente franceses (11.212.434 de público / 132.482.543,00 de renda) e 304 em coprodução com outros países (8.344.395 de público e 107.221.422,00 de renda). A ideia de criar O dia nacional do cinema francês surgiu após a divulgação do novo Acordo de Coprodução de Audiovisual entre Brasil e França. Espera-se que a partir de 2018, todas as salas de cinema do Brasil passem a exibir pelo menos um filme francês no dia 14 de julho. Em paralelo, será organizada nas cidades de Niterói e São Paulo, a Mostra – O Dia Nacional do Cinema Francês, com duração de três dias e uma programação de longas inéditos e presenças dos diretores. Mais detalhes aqui.


FESTIVAL ANIMA MUNDI - 25 ANOS (RJ E SP)

Uma festa que celebra intensamente a linguagem que cria novos sonhos e projeta realidades ainda não imaginadas para o ser humano: a animação. Foi essa ideia que motivou a criação do Festival Anima Mundi, em 1993. Começou no Rio de Janeiro, cinco anos depois chegou a São Paulo e hoje, mais de duas décadas depois, o Festival Anima Mundi é reconhecido como um dos maiores e mais importantes festivais do mundo. O Anima Mundi se tornou uma plataforma de animação que oferece experiências para animadores, educadores, produtoras e fãs do cinema de animação. A próxima edição, que celebra seus 25 anos, vai acontecer de 14 a 23 de julho no Rio de Janeiro e de 26 a 30 de julho em São Paulo. Integram a programação um total de 57 (co)produções francesas. A programação em detalhes está disponível no site do festival.


ESTUDAR ANIMAÇÃO NA FRANÇA: ENCONTRO CAMPUS FRANCE BRASIL E ESCOLA GOBELINS NO RJ

No âmbito de uma ampla programação de comemoração de seus 25 anos, o Anima Mundi em parceria com a Agência Campus France Brasil, o Cinefrance e a Gobelins –  l’Ecole de l’Image (Paris), reconhecida internacionalmente em cinema de animação, traz ao Rio de Janeiro uma sessão informativa sobre a formação em cinema de animação. O evento acontece no espaço cultural A Maison no dia 17 de julho das 11h às 12h30. Serão discutidas oportunidades, processos seletivos e procedimentos a serem cumpridos por quem deseja estudar animação na instituição francesa. Participam do encontro: Meton Joffily, artista plástico, grafiteiro e animador carioca recém-admitido no Programa de Master Character Animation and Animated Filmmaking da Ecole Gobelins,  que vai compartilhar um pouco de sua experiência pessoal no processo de preparação da candidatura para ingressar na instituição; Moïra Marguin, responsável do departamento de Cinema de Animação da Gobelins, apresentará por Skype as ofertas de formação da instituição – inclusive para os estudantes brasileiros, os critérios relevantes para ingresso na mesma e responderá às perguntas do público; e Aline Martello, responsável pela agência Campus France Brasil Rio de Janeiro, apresentará os procedimentos de candidatura para as formações em animação e audiovisual na França. O evento contará ainda com a presença especial de Marcos Magalhães, fundador e diretor do Anima Mundi. Entrada gratuita. Evento em inglês e português.  Mais detalhes aqui.


MOSTRA RAOUL PECK NO CINEMA HUMBERTO MAURO (BH)

Cine Humberto Mauro realiza uma mostra dedicada ao diretor e ativista político Raoul Peck entre 21 e 27 de julho. O diretor ganhou notoriedade com o filme I Am Not Your Negro (2016), documentário baseado em uma obra inacabada do novelista americano James Baldwin, que foi indicado ao Oscar de melhor documentário esse ano. Em breve,  a programação estará disponível aqui. Apoio: Embaixada da França no Brasil Instituto Francês do Brasil.


MOSTRA DE CINEMA FRANCÊS CONTEMPORÂNEO NO CINE TEATRO CUIABÁ (MT)

No final do mês, entre os dias 25 e 28 de julho, o Cine Teatro Cuiabá recebe a Mostra de Cinema Francês Contemporâneo. Serão exibidos sete filmes franceses produzidos a partir de 2012, entre eles Nem o céu, nem a terra de Clément Cogitore e Thomas Bidegain, indicado à Câmera de Ouro do Festival de Cannes em 2015 e Eu soldado de Laurent Larivière, exibido no Festival do Rio do mesmo ano. Serão duas sessões diárias, às 16h30 e às 19h30, com ingressos custando R$4 (inteira) e R$2 (meia). Consulte a programação completa aqui.


MOSTRA JOIAS DO CINEMA FRANCES NA UNIBES CULTURAL (SP)

Os amantes do cinema francês poderão desfrutar de uma programação especial organizada pela Unibes Cultural entre os dias 19 e 26 de julho. A Mostra Joias do Cinema Francês inclui três sessões diárias e títulos como Não Sou um Canalha de Emmanuel FinkielIrrepreensível de Sébastien MarnierO Olho do Furacão de Sékou Traoré, os documentários A Escola de Babel de Julie Bertuccelli e Foucault contra si mesmo de François Caillat, a comédia romântica Não é o meu Tipo de Lucas Belvaux e muitos outros. Consulte programação e horários no site.


INSCRIÇÕES ABERTAS PARA O 6º CURTA BRASÍLIA

O Festival Curta Brasília recebe inscrições até 31 de julho através do site. Para concorrer, os filmes e videoclipes podem ter sido finalizados em qualquer formato digital e gênero, realizados em 2016 ou 2017, com duração máxima de 25 minutos, cujos realizadores sejam brasileiros ou estrangeiros residentes no país. A 6ª edição vai acontecer entre os dias 7 e 10 de dezembro e trará, além das mostras competitivas de curtas e videoclipes, mostras internacionais, mostra infantil, oficinas, debates, intervenções artísticas, e o Gira Curta – mostra itinerante em cineclubes, escolas e universidades. Os selecionados concorrem aos Prêmios de Melhor Curta e Melhor Videoclipe tanto do Júri Oficial quanto do Júri Popular, além do Prêmio Cine França Brasil, oferecido pela Embaixada da França, que contempla ida de um representante para evento cinematográfico no país como intercâmbio cultural e profissional. Em maio deste ano, a Cinemateca Francesa em Paris, em associação com o Curta Brasília,  exibiu uma seleção de quatro curtas brasileiros contemporâneos com foco no vencedor do Prêmio Cine França Brasil 2016, o jovem e promissor William Biagioli. A parceria da Embaixada da França com o Festival Curta Brasília vem ampliando a promoção e intercâmbio do cinema de ambos os países, em especial com esse Prêmio que já levou quatro realizadores brasileiros à França no intuito de promover a profissionalização e o intercâmbio técnico-artístico.


BARI BRASIL FILM FEST E FESTIVAL DE CINEMA BRASILEIRO DE PARIS ACORDAM PARCERIA PARA PROMOVER A CULTURA BRASILEIRA NA EUROPA

O amor pelo cinema brasileiro os uniu. O Bari Brasil Film Fest – evento que estreou em 2016 na região da Apúlia, no sul da Itália – e o já tradicional Festival de Cinema Brasileiro de Paris – que acaba de concluir a sua 19ª edição e, durante a sua trajetória, levou à capital francesa mais de 450 filmes – se tornaram parceiros na promoção da cultura brasileira na Europa. A colaboração foi anunciada, no dia 26 de junho, por Gianpaolo Camaggio (vice-presidente da Associação Abaporu, que organiza o festival de Bari) e Kátia Adler (diretora da  Associação Jangada, que promove o evento francês), em uma conferência organizada para diretores, produtores e outros profissionais do setor cinematográfico, no cinema Arlequin, em Paris, onde acontece o Festival de Cinema Brasileiro. “A colaboração entre os dois festivais inaugura uma era de confronto e análise pan-europeia sobre a cultura brasileira que pode trazer uma maior consciência sobre elementos dessa realidade pouco conhecidos na Europa. Será também uma oportunidade de colaboração e troca de experiências entre os profissionais e operadores do setor do Brasil, da Itália e da França”, afirma a presidente da Associação Abaporu, Vanessa Mastrocessario. Para a diretora do Festival de Cinema Brasileiro de Paris, Katia Adler, o acordo de cooperação representa uma nova possiblidade de defender o cinema brasileiro na Itália com uma mostra de filmes recentes, mas também fomentar os laços de coprodução entre Itália e Brasil através da região da Apulia.


INSCRIÇÕES PARA O FIDÉ BRASIL SÃO PRORROGADAS ATÉ O DIA 15 DE JULHO

Estudantes de todo o país podem inscrever seus trabalhos cinematográficos no Festival Internacional de Documentário Estudantil – Fidé Brasil até o dia 15 de julho. O evento é a versão brasileira do Festival Internacional de Documentários Estudantis na França. Podem participar filmes documentários de qualquer duração, suporte, temática, ano de realização ou nacionalidade, desde que realizados por estudantes de escolas, universidades ou cursos livres. A mostra, de caráter não competitivo, acontecerá em outubro, em Curitiba. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas no site do evento. 


8º CINEFOOT ABRE INSCRIÇÕES

Estão abertas até 28 de agosto as inscrições para a 8ª edição do CINEfoot – Festival de Cinema de Futebol. São aceitos curtas e longas-metragens que tenham como tema principal o futebol, produzidos em qualquer suporte ou gênero e sem restrições quanto ao ano de realização. O formulário de inscrição está disponível no site. Ao longo da sua trajetória, o CINEfoot já levou às telas brasileiras mais de 300 títulos, transformando-se na principal plataforma de exibição da cinematografia de futebol no Brasil e na América Latina e formando novas plateias para vivenciarem a magia do cinema e a emoção do futebol juntas em um único festival. 


Cinemaison no Rio de Janeiro

17/07 DIA NACIONAL DO CINEMA FRANCÊS

13h - Mercenário de Sacha Wolff

15h - A Lei da Selva de Antonin Peretjatko

18h - Corniche Kennedy de Dominique Cabrera

20h - Clara e eu de Arnaud Viard. Sessão especial com presença do diretor. 

Programação em detalhes aqui.

 


18/07 PRÉ-ESTREIA DO FILME RIO MUMBAI

Pré-estreia, às 20h, do filme Rio Mumbai de  Pedro Sodre e Gabriel Mellin, em presença dos diretores e do elenco do filme.


Ciné Le Corbusier em Brasília
Amanhã

19/07 às 19h Amanhã

Demain (França 2015).
De Cyril Dion e Mélanie Laurent. Documentário em /118’.
E se mostrar soluções e contar uma boa história fosse a melhor maneira de resolver as crises ecológicas, econômicas e sociais que atravessam nossos países? Após a publicação de um estudo que anunciava o possível desaparecimento de parte da humanidade até 2100, Cyril Dion e Mélanie Laurent partiram com uma equipe de quatro pessoas por dez países para entender o que poderia provocar essa catástrofe e, sobretudo, como evitá-la. Durante a viagem, encontraram pioneiros que reinventaram a agricultura, a energia, a economia, a democracia e a educação. Todas juntas, estas iniciativas positivas e concretas, já contribuem para definir o mundo de amanhã…
Distribuição: Bonfilm


Em cartaz no Brasil
Tal mãe, tal filha

20.07 Tal mãe, tal filha

Telle mére, telle fille (França 2017).
De Noémie Saglio. Com Juliette Binoche. Comédia em /94’.
Inseparáveis, Avril e sua mãe Mado não poderiam ser mais diferentes. Avril, 30 anos, casada e organizada, é o oposto de sua mãe, eterna adolescente irresponsável que depende financeiramente da filha após seu divórcio. Quando as duas se vêem grávidas ao mesmo tempo, o embate torna-se inevitável.
Distribuição: California Filmes


O reencontro

20.07 O reencontro

Sage femme (França 2017).
De Martin Provost. Com Catherine DeneuveCatherine Frot. Comédia dramatica em /117’.
Claire, uma parteira apaixonada por sua profissão, vê sua vida virar de cabeça para baixo com o retorno de Beatrice, a extravagante ex-mulher de seu falecido pai.
Distribuição: Mares Filmes


Monsieur & Madame Adelman

20.07 Monsieur & Madame Adelman

(França 2017).
De Frédérique Bedos. Em /120’.
Como Sarah e Victor fizeram para suportarem-se por mais de 45 anos? Quem era de verdade essa mulher enigmática que vivia à sombra de seu marido? Amor e ambição, traições e segredos alimentam essa odisséia de um casal fora do comum.
Distribuição: Imovision


Saint amour - na rota do vinho

27.07 Saint amour - na rota do vinho

Saint Amour (França 2016).
De Benoît DelépineGustave Kervern. Com Benoît PoelvoordeGérard DepardieuVincent Lacoste. Comédia em /102’.
Pai e filho decidem deixar seu cotidiano na agricultura e realizar uma viagem pela região vinícola da França. Na companhia de um motorista particular, eles embarcam numa jornada que os permite repensar sobre a própria vida e se conhecerem melhor ao longo do caminho.
Distribuição: Imovision

 


Na França

“PRODUIRE AU SUD” RECEBE PROJETOS DE FICÇÃO EM DESENVOLVIMENTO

No dia 17 de julho termina o prazo de inscrição para a próxima edição da oficina Produire au Sud, iniciativa do Festival dos 3 Continentes de Nantes para apoiar a formação de jovens produtores e diretores da África, América Latina e Ásia; e fornecer meios e técnicas para a coprodução internacional. A convocatória está aberta a diretores e produtores dos três continentes com projetos de longas-metragens de ficção em fase de desenvolvimento. O evento vai acontecer entre 20 e 26 de novembro e oferecerá uma programação de workshops focados em produção, marketing e escrita, que serão ministrados por experientes profissionais europeus. As inscrições podem ser realizadas no site. As inscrições de longas-metragens para as mostras competitivas do Festival(21 a 28 de novembro)tambémestão abertas, até 30 de setembro no site.


NA EUROPA

ÚLTIMOS DIAS PARA SE INSCREVER NO FUNDO DE APOIO À PRODUÇÃO DO WORLD CINEMA FUND

O World Cinema Fund, programa alemão de apoio à produção para projetos de longas-metragens de ficção ou documentais, recebe inscrições até 17 de julho. O fundo é direcionado a projetos dirigidos por cineastas de regiões nas quais se considera que a indústria audiovisual apresenta fraquezas, incluindo a América Latina, América Central e Caribe. Os projetos beneficiados receberão um apoio máximo de 80 mil euros para sua produção. Podem ser inscritos projetos que tenham um orçamento total oscilando entre 200 mil e 1 milhão e 400 mil euros, com escolhas estéticas não convencionais, que relatem histórias poderosas ou apresentem imagens autênticas das raízes culturais de seus países. Os projetos interessados devem apresentar roteiro (projetos de ficção) ou tratamento (documentários) completo, um dossiê com referências visuais e as informações relativas aos acordos financeiros ou contratos de coprodução. Já a linha de apoio à distribuição do World Cinema Fund está aberta durante todo o ano e concede até 10 mil euros para a distribuição na Alemanha de filmes das regiões mencionadas acima. Os postulantes deverão ser distribuidoras, agentes de vendas e produtoras que tenham uma sede alemã. 


SIGA-NOS NO FACEBOOK, TWITTER E PELO RSS

Facebook Twitter RSS

Caso não consiga visualizar o conteúdo, clique aqui.

Caso não queira mais assinar este boletim, clique aqui.