Sandrine Kiberlain



Participação nos filmes

  • Muito Bem, Obrigado
  • Muito Bem, Obrigado
  • Muito Bem, Obrigado
  • Muito Bem, Obrigado

Muito Bem, Obrigado

Très bien, merci (França 2007). Com Gilbert Melki, Sandrine Kiberlain. Em cores/100’.

Sinopse

Sinopse

De Emmanuelle Cuau.


Alex, contador, e Béatrice, motorista de táxi, são um casal tranqüilo. Porém, certa noite, Alex se mete no trabalho da polícia, durante uma blitz. Uma cadeia de acontecimentos implacável e absurda é então desencadeada: ele acaba na delegacia, desempregado e internado numa clinica psiquiátrica. Só que os loucos da clínica não são necessariamente os internos...

  • O Buquê
  • O Buquê
  • O Buquê
  • O Buquê
  • O Buquê

O Buquê

C'est le bouquet (França 2002). De Jeanne Labrune. Com Didier Bezace, Dominique Blanc, Jean-Claude Brialy, Jean-Paul Bonnaire, Jean-Pierre Darroussin, Mathieu Amalric, Maurice Benichou, Sandrine Kiberlain. Em cores/95’.

Sinopse

Sinopse

Sete horas da manhã. Um simples telefonema transforma a vida de Catherine e Raphael num verdadeiro turbilhão de valores e oportunidades. Um buquê enviado por Kirsch, a pessoa que telefonou, é a chave para que todas as surpresas, descobertas e principalmente, fraquezas da vida, apareçam e amadureçam relacionamentos e amizades. Uma gigantesca e divertida viagem pelo significado poético de um belo buquê de flores.

  • O Insolente Beaumarchais
  • O Insolente Beaumarchais
  • O Insolente Beaumarchais
  • O Insolente Beaumarchais

O Insolente Beaumarchais

Beaumarchais, l'insolent (França 1995). De Edouard Molinaro. Com Michel Piccoli, Fabrice Luchini, Jacques Weber, Jean Yanne, Jean-Claude Brialy, Manuel Blanc, Martin Lamotte, Michel Serrault, Sandrine Kiberlain. Em cores/100’.

Sinopse

Sinopse

Homem de negócios, maquiavélico e nem sempre escrupuloso, político de vanguarda, mas jamais desinteressado, homem de ação corajoso, pronto para se servir tanto da espada quanto da palavra, amante incansável e pai carinhoso, litigante sistemático, mas defensor dos Direitos Humanos, inventor genial, é através deste homem excepcional que iremos conhecer um século XVIII explosivo.
  • O Pássaro
  • O Pássaro
  • O Pássaro
  • O Pássaro
  • O Pássaro

O Pássaro

L'oiseau (França 2011). De Yves Caumon. Com Bruno Todeschini, Clément Sibony, Sandrine Kiberlain. Em cores/90’.

Sinopse

Sinopse


Anne é discreta, secreta. Ela é um mistério para si mesma. Anne não tem amor, não sente emoções e isso a deixa bem. Anne passou por uma provação, mas não perdeu a cabeça. Ela pôs-se em quarentena. Anne está fazendo o caminho de volta rio acima, refazendo sua jornada, levando uma coisa de cada vez. Vamos esperar sua alegria voltar.


* Festival de Veneza 2011 – Mostra Horizonte.


* Filme selecionado na Competição Outros Olhares do Festival Olhar de Cinema 2012 em Curitiba *
  • Pauline Detetive
  • Pauline Detetive
  • Pauline Detetive

Pauline Detetive

Pauline Détective (França 2012). De Marc Fitoussi. Com Audrey Lamy, Sandrine Kiberlain. Em cores/101’.

Sinopse

Sinopse


Depois de ser abandonada por seu namorado, Pauline se deixa arrastar por sua irmã para um luxuoso hotel na Riviera italiana. Em vez de entregar-se aos prazeres da se deitar ao sol e não fazer nada, Pauline se convence de que um crime tenha sido cometido no hotel e começa a brincar de ser detetive, carregando consigo um salva-vidas sedutor em suas investigações.

  • Políssia
  • Políssia
  • Políssia
  • Políssia
  • Políssia

Políssia

Polisse (França 2011). De Maiwenn Le Besco. Com Anthony Delon, Carole Franck, Karin Viard, Lou Doillon, Marina Foïs, Nicolas Duvauchelle, Sandrine Kiberlain. Em cores/127’.

Sinopse

Sinopse


Uma jornalista cobrindo assuntos policiais é designada à divisão juvenil. Mas ela tem um caso com um dos seus assuntos.

  • Quando Margot encontra Margot
  • Quando Margot encontra Margot
  • Quando Margot encontra Margot

Quando Margot encontra Margot

La belle et la belle (França 2018). De Sophie Fillières. Com Sandrine Kiberlain. Em cores/95’.

Sinopse

Sinopse

Margot, 25 anos, tem uma vida despreocupada, pontuada por frequentes noitadas em Paris. Uma noite, durante uma festa, ela conhece outra Margot, 20 anos mais velha. Detalhes curiosos e grandes semelhanças fazem com que elas descubram que são a mesma pessoa em fases diferentes. Na manhã seguinte, no mesmo trem para Lyon, elas se deparam com Marc, o ex de uma delas, cujo charme desperta grande atração em ambas. Daí em diante, Margot e Margot acharão cada vez mais difícil se desligar uma da outra e também de Marc.
Rien sur robert

Rien sur robert

(França 1998). De Pascal Bonitzer. Com Michel Piccoli, Fabrice Luchini, Sandrine Kiberlain. Em cores/102’. Classificação etária 10.

Sinopse

Sinopse

Depois de uma discussão com a namorada Juliette, e de um artigo que não deveria ter escrito, Didier verá suas referências irem por terra e sua vida mudará. Juliette o deixa por outro, ele conhece uma jovem estranha, Aurélie, assim como um certo Jérôme, que talvez seja o seu espelho: fantasmas que vão atordoá-lo, assombrá-lo e dividi-lo. No final das contas, ele descobrirá que não se escreve impunemente, não se trepa impunemente e não se ama impunemente...
  • Tip Top
  • Tip Top
  • Tip Top

Tip Top

(França 2012). De Serze Bozon. Com Isabelle Huppert, Sandrine Kiberlain. Em cores/106’.

Sinopse

Sinopse

Duas atrapalhadas inspetoras investigam a morte de uma testemunha de origem argelina.
  • Tudo bem, até logo
  • Tudo bem, até logo

Tudo bem, até logo

Tout va bien, on s'en va (França 1999). De Claude Mourieras. Com Michel Piccoli, Miou-Miou, Natacha Regnier, Sandrine Kiberlain. Em cores/96’.

Sinopse

Sinopse

Três irmãs vivem em Lyon, alegremente. Laure, a mais velha, cuida das coisas da família e da escola de tango herdada de seu pai. Beatrice deu certo na vida, ganhou muito dinheiro sem no entanto perder a generosidade. Claire,pianista, caçula, é a mais chata de todas, seu talento não foi reconhecido. Cada uma das irmãs considera-se muito importante para a felicidade das outras. São felizes e despreocupadas, até que a volta do pai, ausente durante quinze anos, vem perturbar a ordem das coisas.