Sabine Azema



Participação nos filmes

  • Pintar ou fazer amor
  • Pintar ou fazer amor

Pintar ou fazer amor

Peindre ou faire l'amour (França 2005). De Jean-Marie Larrieu. Com Daniel Auteuil, Sabine Azema. Em cores/100’.

Sinopse

Sinopse

William (Auteuil) e Madeleine (Azéma) vivem numa pequena cidade no pé da montanha. Casados por muito tempo, levam uma vida tranquila. E agora estão sozinhos, já que a filha se mudou para a Itália. A vida dos dois se transforma quando decidem comprar uma nova casa pela qual se apaixonaram à primeira vista e arrumam um novo casal de amigos: Adam (López), um homem refinado e cego, e sua companheira Eva(Casar).
  • Tanguy
  • Tanguy

Tanguy

(França 2001). De Etienne Chatiliez. Com André Dussolier, Aurore Clement, Eric Berger, Hélène Duc, Patrick Bouchitey, Sabine Azema. Em cores/108’.

Sinopse

Sinopse

"Você é tão bonitinho... Se quiser, poderá ficar conosco para o resto da vida...". Debruçados sobre Tanguy, Paul e Edith Guetz não imaginavam a que ponto a declaração de amor ao filhinho se revelaria profética. 28 anos depois, Tanguy ainda mora em casa. Brilhante (estudou na École Normal Supérieure, é mestre em filosofia, japonês e conclui uma tese em chinês), encantador (todos os adoram), sedutor (além de sua noiva Marguerite, Paul e Edith perderam a conta de quantas conquistas ele leva para casa), Tanguy ainda mora com os pais e se sente perfeitamente à vontade. E mesmo que Paul, lúcido, seja o primeiro a brincar sobre o assunto referindo-se ao seu "bebezão", tudo parece harmonioso na casa da família Guetz. Pelo menos, aparentemente. Pois na verdade Edith não aguenta mais Tanguy... * Indicado para o César 2002 (Oscar francês): Melhor Ator Principal, Melhor Jovem Talento *

Três Irmas

La Bûche (França 1999). De Danièle Thompson. Com Emmanuelle Béart, Christopher Thompson, Sabine Azema. Em cores/107’. Classificação etária 12.

Sinopse

Sinopse

Uma morte às vespperas do Natal ira afetar profundamente três irmãs.
  • Um Sonho de Domingo
  • Um Sonho de Domingo
  • Um Sonho de Domingo

Um Sonho de Domingo

Un Dimanche à la Campagne (França 1984). De Bertrand Tavernier. Com Michel Aumont, Sabine Azema. Em cores/94’.

Sinopse

Sinopse

Verão de 1912. Desde a morte da mulher, Monsieur Ladmiral, velho pintor sem talento, vive com sua empregada doméstica, Mercedes. Mas o tradicional domingo caseiro é perturbado pela chegada de sua filha Irène, alegre e dinâmica. Quando Irène vai embora, ele descobre que ela é tudo aquilo que ele desejava ser...
  • Viagem aos Pirineus
  • Viagem aos Pirineus
  • Viagem aos Pirineus
  • Viagem aos Pirineus
  • Viagem aos Pirineus

Viagem aos Pirineus

Le Voyage aux Pyrénées (França 2008). De Arnaud Larrieu, Jean-Marie Larrieu. Com Amira Casar, Bernard Blancan, Jean-Pierre Darroussin, Sabine Azema. Em cores/102’.

Sinopse

Sinopse


Alexandre Dard e Aurore Lalu formam um famoso casal de atores que vê uma crise de meia-idade se aproximar. Sabendo que seu relacionamento vem sendo negligenciado há tempos, Alexandre propõe uma viagem aos Pirineus, convencido de que o isolamento será ideal para curar a esposa de seus recentes acessos de ninfomania. Disfarçados como o Sr. e a Sra. Go, eles partem em direção às montanhas para reinventar a paixão que um dia os uniu. Mas o surgimento de um urso búlgaro na região traz consequências inesperadas para o casal.
* Quinzena dos Realizadores no Festival de Cannes 2009.

  • Vocês Ainda Não Viram Nada!
  • Vocês Ainda Não Viram Nada!
  • Vocês Ainda Não Viram Nada!

Vocês Ainda Não Viram Nada!

Vous n'avez encore rien vu (França 2012). De Alain Resnais. Com Mathieu Amalric, Pierre Arditi, Sabine Azema. Em cores/115’.

Sinopse

Sinopse

A morte do dramaturgo Antoine d'Anthac faz com que os atores que atuaram em diferentes versões de sua peça teatral "Eurídice" sejam chamados para a leitura do testamento. O grupo contém grandes nomes do teatro francês, como Michel Piccoli, Mathieu Amalric, Sabine Azéma, Lambert Wilson e Anne Consigny. Após chegarem na suntuosa casa de Antoine, eles são informados que o autor deixou um depoimento gravado em vídeo. Nele, o autor pede que todos avaliem uma nova versão de "Eurídice", encenada por uma companhia de teatro.