Sabine Azema



Participação nos filmes

  • A Puritana
  • A Puritana
  • A Puritana
  • A Puritana

A Puritana

La Puritaine (França 1986). De Jacques Doillon. Com Laurent Malet, Michel Piccoli, Sabine Azema, Sandrine Bonnaire. Em cores/90’.

Sinopse

Sinopse


Lá se vai um ano desde que Manon, com 18 anos, fugiu de casa abandonando seu pai Pierre, um homem de teatro. Há pouco tempo ela lhe escreveu para comunicar sua volta e pedir desculpas. Naquela noite, Pierre e sua companheira, Ariane, a esperam no teatro.


  • Amar, beber e cantar
  • Amar, beber e cantar
  • Amar, beber e cantar
  • Amar, beber e cantar

Amar, beber e cantar

Aimer, boire et chanter (França 2014). De Alain Resnais. Com Hippolyte Girardot, Michel Vuillermoz, Sabine Azema. Em cores/104’.

Sinopse

Sinopse

O boato de que o amigo George está gravemente doente e tem apenas mais alguns meses de vida abala um grupo de teatro amador que tenta ensaiar uma nova peça.
  • Amores Parisienses
  • Amores Parisienses
  • Amores Parisienses
  • Amores Parisienses
  • Amores Parisienses

Amores Parisienses

On connaît la chanson (França 1997). De Alain Resnais. Com Agnès Jaoui, André Dussolier, Jane Birkin, Jean-Paul Roussilon, Jean-Pierre Bacri, Lambert Wilson, Sabine Azema. Em cores/120’.

Sinopse

Sinopse


Os desencontros amorosos de seis personagens, divididos entre suas rotinas profissionais e os dilemas do coração. Ao som de clássicos da música popular francesa, eles viverão alguns mal-entendidos capazes de gerar crises de ciúmes, stress e paixões inebriantes.

  • Donnant donnant
  • Donnant donnant
  • Donnant donnant
  • Donnant donnant
  • Donnant donnant

Donnant donnant

(França 2009). De Isabelle Mergault. Com Daniel Auteuil, Sabine Azema. Em cores/99’.

Sinopse

Sinopse


Fugindo da prisão, Constant se refugia num barco abandonado. Silvia, uma jovem atrevida que reconhece o fugitivo, lhe propõe um pacto: ele mata Jeanne, sua madrasta, e ela não o denuncia à polícia. Longe de ser um assassino, Constant é, contudo, obrigado a aceitar o acordo...

  • Ervas Daninhas
  • Ervas Daninhas
  • Ervas Daninhas
  • Ervas Daninhas
  • Ervas Daninhas

Ervas Daninhas

Les Herbes folles (França 2009). De Alain Resnais. Com André Dussolier, Emmanuelle Devos, Mathieu Amalric, Sabine Azema. Em cores/104’.

Sinopse

Sinopse


Marguerite, dentista solteira, tem sua bolsa roubada na saída de uma loja. Sem que ela saiba, a carteira vai parar no chão de um estacionamento, onde é encontrada ao acaso por Georges, casado e pai de dois filhos. Movido pela curiosidade, ele examina os documentos no interior e encontra uma foto da proprietária. Intrigado, ao invés de ir à policia devolver a carteira perdida, ele decide guardá-la consigo. Inicia-se assim uma grande aventura amorosa para ele e Marguerite.
Baseado no romance L’incident, de Christian Gailly.
* Prêmio pelo conjunto da obra no Festival de Cannes 2009.

  • Medos Privados em Lugares Públicos
  • Medos Privados em Lugares Públicos
  • Medos Privados em Lugares Públicos
  • Medos Privados em Lugares Públicos
  • Medos Privados em Lugares Públicos

Medos Privados em Lugares Públicos

Coeurs (França 2006). De Alain Resnais. Com André Dussolier, Isabelle Carré, Lambert Wilson, Michel Vuillermoz, Pierre Arditi, Sabine Azema. Em cores/120’. Classificação etária 14 anos.

Sinopse

Sinopse


Em Paris, três homens e três mulheres que não se conhecem vivem no mesmo bairro. Estão em busca do amor, apesar de nunca terem sido bem-sucedidos em todas as suas tentativas. Todos são pessoas solitárias, com o destino fazendo com que suas vidas ora se cruzem, ora se afastem.
Trata-se de uma moderna experiência sobre relações humanas, com boas doses de romance e aquele humor delicioso e sofisticado, típico de Resnais.

  • Melô
  • Melô
  • Melô
  • Melô
  • Melô

Melô

Mélo (França 1986). De Alain Resnais. Com André Dussolier, Fanny Ardant, Pierre Arditi, Sabine Azema. Em cores/112’.

Sinopse

Sinopse


Na Paris dos anos 20, Romaine, esposa de um violinista de orquestra, fica fascinada por um amigo de juventude de seu marido: Marcel Blanc, um solista de carreira internacional que vem jantar em sua casa. Apaixonada por ele, ela instiga seu relacionamento amoroso, mesmo quando seu marido, Pierre, fica doente. Romaine chega a dar a Pierre um tratamento que piora sua doença, mas depois reconsidera a traição. Três anos depois, Pierre cobra de Marcel a verdade.
Adaptação de uma peça de Henry Bernstein, de 1929.

  • Morrer de amor
  • Morrer de amor
  • Morrer de amor
  • Morrer de amor

Morrer de amor

L'amour à mort (França 1984). De Alain Resnais. Com Fanny Ardant, Pierre Arditi, Sabine Azema. Em preto e branco/92’.

Sinopse

Sinopse


Elisabeth e Simon estão profundamente apaixonados há dois meses. Uma noite, Simon entra em colapso e é dado como clinicamente morto. Ele volta à vida pouco depois, mas fica transtornado com a experiência. Apesar da saúde frágil, Simon pretende, dali em diante, aproveitar plenamente sua relação de paixão com Elisabeth. Eles se abrem com Judith e Jérôme, um casal de amigos, ambos pastores protestantes. Simon não quer passar po nenhum teste médico, mas o casal é forçado a lutar contra a possibilidade de sua morte.

  • Na boca, não
  • Na boca, não
  • Na boca, não

Na boca, não

Pas sur la bouche (França 2003). De Alain Resnais. Com Audrey Tautou, Isabelle Nanty, Sabine Azema. Em cores/116’.

Sinopse

Sinopse

Um próspero industrial de metalurgia, Georges Valandrey, é casado com Gilberte e acha que é seu primeiro homem. Gilberte esconde-lhe que já havia sido casada, com o americano Eric Thomson e que quebrou seus votos porque este não suportava ser beijado na boca. Por um conjunto de circunstâncias extraordinárias, Georges convida Eric para jantar em sua casa, para tratarem de negócios. Enquanto isso, o jovem artista Charly persegue Gilberte, mas a irmã desta, Arlette, tenta casá-lo com a jovem Huguette.

Baseado na opereta cômica "Pas sur la Bouche!", de 1925.

  • O Quarto dos Oficiais
  • O Quarto dos Oficiais

O Quarto dos Oficiais

La Chambre des officiers (França 2000). De François Dupeyron. Com André Dussolier, Denis Podalydes, Eric Caravaca, Grégori Dérangère, Isabelle Renaud, Sabine Azema. Em cores/135’.

Sinopse

Sinopse

Nos primeiros dias de agosto de 1914, Adrien, jovem e sedutor tenente, parte em missão de reconhecimento. Um projétil explode ao seu lado. Adrien sobrevive, desfigurado. Seu belo rosto agora é uma « cara quebrada », como eram chamados os mutilados faciais da 1a Guerra Mundial. Ele viverá os tempos de guerra no Hospital do Val de Grâce, no quarto dos oficiais. Uma sala sem espelhos, onde cada um se redescobre no olhar do outro. Cinco anos entre parênteses, tecendo amizades irredutíveis. Cinco anos para preparar-se para o futuro, a vida... * Em competição oficial no Festival de Cannes 2001.