Romain Duris

Romain Duris

(1974)

Biografia

Nascido em Paris, Romain Duris não pensava em fazer carreira no Cinema. Ele foi chamado pelo Cedric Klapisch que tinha reparado ele na saída do licéu. Ele fez <span style="font-weight: bold; font-style: italic;">Le Péril Jeune</span> (1994) com este diretor e se tornou o seu ator de predileção. Depois deste, eles trabalharam juntos em (1996), <span style="font-weight: bold; font-style: italic;">Chacun cherche son chatL'Auberge espagnole</span> (2002),<span style="font-weight: bold; font-style: italic;"> Les Poupées russes </span>(2005) e <span style="font-weight: bold; font-style: italic;">Paris </span>(2008). Ele trabalhou com vários diretores de referênça como o Tony Gatlif (Gadjo Dilo (1997), Exils (2004)), Patrice Chéreau (Persécution (2009)). Hoje em dia, é um dos atores franceses mais celebrados da sua geração.<br />




Participação nos filmes

  • A datilógrafa
  • A datilógrafa
  • A datilógrafa
  • A datilógrafa

A datilógrafa

Populaire (França 2012). De Regis Roinsard. Com Bérénice Bejo, Déborah François, Romain Duris. Em cores/111’.

Sinopse

Sinopse

1958. A jovem Rose Pamphyle tem um dom: datilografar numa velocidade vertiginosa. Ela desperta o esportista ambicioso adormecido em Louis Echard, dono de um escritório de seguros.
  • A Espuma dos Dias
  • A Espuma dos Dias
  • A Espuma dos Dias

A Espuma dos Dias

L'Écume des jours (França 2013). De Michel Gondry. Com Alain Chabat, Audrey Tautou, Omar Sy, Romain Duris. Em cores/125’.

Sinopse

Sinopse

Baseado no magnífico romance de Boris Vian, o filme conta a história de Colin, um jovem rico, que adora jazz e patinar com seus melhores amigos. Ao conhecer Chloé, eles logo mergulham numa inebriante paixão. Mas ela sofre de uma doença incomum: uma flor que cresce em um de seus pulmões.
  • Albergue Espanhol
  • Albergue Espanhol
  • Albergue Espanhol
  • Albergue Espanhol
  • Albergue Espanhol

Albergue Espanhol

L'Auberge espagnole (França 2002). De Cédric Klapisch. Com Audrey Tautou, Cécile de France, Judith Godrèche, Kevin Bishop, Romain Duris. Em cores/122’.

Sinopse

Sinopse


Xavier chega à Espanha totalmente despreparado – sem saber falar espanhol e catalão, triste em deixar sua namorada para trás, confuso sobre quem é ou que laços pode criar nessa cidade estrangeira. Procurando um lugar para ficar, ele acaba encontrando um casal francês recém-casado, um médico e sua solitária esposa, Anne Sophie, que lhe oferecem o sofá. Depois, encontra um lugar definitivo: um apartamento com sete estudantes de nacionalidades tão variadas quanto suas personalidades e sexualidade. Segundo Xavier, a multiplicidade de línguas faz lembrar o caos que existe em sua cabeça.

As Aventuras de Molière - Um Irreverente e Adorável Sedutor

As Aventuras de Molière - Um Irreverente e Adorável Sedutor

Molière (França 2007). De Laurent Tirard. Com Ludivine Sagnier, Romain Duris. Em cores/120’.

Sinopse

Sinopse

O jovem diretor e ator de peças teatrais, Moliére, zombava da nobreza em suas peças popularescas em praças e tavernas animando a baixa classe francesa. Cada dia, ele e sua trupe se tornarvam mais populares entre os pobres até que, por não pagar as taxas obrigatórias ao governo, o rapaz acaba sendo preso. Tudo parecia perdido até que seus débitos foram pagos por Monsieur Jourdain, um rico empresário que, em troca do favor, deseja a ajuda do escritor para interpretar uma cena para cortejar uma bela moça, Célimène. Como o empresário é casado e pai de duas filhas, o segredo deve ser mantido e ator é levado a casa como um religioso, amigo de Jourdain. Enquanto passa por uma de suas maiores provações em termos de interpretação, Moliére terá de escapar de vários desvios que podem atrapalhar sua carreira.
  • Bonecas Russas
  • Bonecas Russas
  • Bonecas Russas
  • Bonecas Russas
  • Bonecas Russas

Bonecas Russas

Les Poupées russes (França, Grã-Bretanha (Reino Unido, UK) 2005). De Cédric Klapisch. Com Audrey Tautou, Cécile de France, Romain Duris. Em cores/125’.

Sinopse

Sinopse


Continuação de Albergue Espanhol, reúne o diretor Cédric Klapisch com o mesmo elenco do filme anterior para narrar os eventos que dão seqüência à história de Xavier e seus amigos.


Agora com trinta e poucos anos, Xavier trabalha como escritor de telenovelas e jornalista free-lancer, mas sonha poder ser livre para escrever suas próprias histórias. Ele continua em contato com sua ex-namorada Martine, agora mãe solteira. Dividido entre Wendy, a amiga britânica, e uma modelo, Xavier conta com a ajuda de Isabelle, sua amiga lésbica, para encontrar o verdadeiro amor.

  • Como Arrasar um Coração
  • Como Arrasar um Coração
  • Como Arrasar um Coração
  • Como Arrasar um Coração
  • Como Arrasar um Coração

Como Arrasar um Coração

L'Arnacoeur (França, Mônaco 2010). Com François Damien, Romain Duris, Vanessa Paradis. Em cores/105’.

Sinopse

Sinopse

De Pascal Chaumeil.


Uma agência de matrimônio às avessas. Esse é o tipo de negócio comandado por Alex e sua irmã. Os dois são contratados para provocar a separação entre casais apaixonados. A loucura se dá quando um homem muito rico chama os dois irmãos para pôr um fim no casamento da sua filha, mas tem uma pequena exigência: o trabalho tem de ser feito em uma semana. * Indicado a Melhor Filme no César 2011.

  • De Tanto Bater meu Coração Parou
  • De Tanto Bater meu Coração Parou
  • De Tanto Bater meu Coração Parou
  • De Tanto Bater meu Coração Parou
  • De Tanto Bater meu Coração Parou

De Tanto Bater meu Coração Parou

De battre mon coeur s'est arrêté (França 2005). De Jacques Audiard. Com Emmanuelle Devos, Lin-Dan Pham, Mélanie Laurent, Romain Duris. Em cores/107’. Classificação etária 14 anos.

Sinopse

Sinopse

Thomas Seyr é um homem de 28 anos que parece destinado a seguir os passos de seu pai no imoral e às vezes brutal mercado de negócios imobiliários. Entretanto, uma oportunidade inesperada o faz acreditar que possa se tornar um grande pianista, assim como foi sua mãe. Dedicado, Thomas começa a se preparar para uma audição com uma virtuose chinesa, que não fala nada de francês. Porém as pressões de seu trabalho diário logo se mostram mais pesadas do que Thomas poderia suportar. Deve Tom seguir a vida de bandido de seu pai ou ir atrás de seu sonho de se tornar um pianista?

  • Depois de Partir
  • Depois de Partir
  • Depois de Partir
  • Depois de Partir
  • Depois de Partir

Depois de Partir

Afterwards (Alemanha, Canadá, França 2008). Com John Malkovich, Romain Duris. Em cores/107’.

Sinopse

Sinopse

De Giles Bourdos.


O jovem advogado Nathan vive com sucesso profissional, mas com a vida pessoal em fracasso desde seu divórcio com Claire. Ele conhece então o misterioso médico Dr. Kay, que é capaz de pressentir quando a morte das pessoas está se aproximando, e que o avisa ter pouco tempo de vida. Nathan custa a acreditar nas palavras do médico, até que ele testemunha alguns acontecimentos que confirmaram suas palavras e mostram que seus dias na terra estão esgotando

Em Paris

Em Paris

Dans Paris (França 2006). De Christophe Honoré. Com Louis Garrel, Guy Marchand, Joana Preiss, Marie-France Pisier, Romain Duris. Em cores/90’.

Sinopse

Sinopse

Mirko tem dois filhos: os jovens Paul e Jonathan. O primeiro é confuso e, o segundo, irresponsável. Paul sofre do mesmo tipo de depressão que levou sua irmã ao suicídio alguns anos antes. Ele vive com a namorada Anna, mas a relação está desgastada. Quando volta a morar com o pai, atinge o fundo do poço. Enquanto Jonathan vive aventuras românticas pela cidade, Paul se recusa a sair da cama e do quarto. Nem mesmo a insistência do pai e a visita da mãe o convencem. Mas uma noite ele finalmente sai e parte em direção a uma ponte sobre o rio Sena.

* Participou da Quinzena dos Realizadores no Festival de Cannes 2006. *

  • Exílios
  • Exílios
  • Exílios
  • Exílios
  • Exílios

Exílios

Exils (França 2004). De Tony Gatlif. Com Habib Cheik, Leila Makhlouf, Lubna Azabal, Romain Duris, Zouhir Gacem. Em cores/104’.

Sinopse

Sinopse

Um dia, o músico Zano sugere para sua companheira Naïma atravessar a França e a Espanha para chegar à Argélia, onde eles finalmente conheceriam a cidade natal de seus pais e saberiam por que eles tiveram de fugir. Quase como um desafio, levando apenas música na bagagem, os dois caem na estrada. Apaixonados pela liberdade, envolvidos pela sensualidade de Andaluzia, eles deixam o tempo passar, até finalmente decidirem atravessar o mediterrâneo. Zano e Naïma reconstroem ao contrário o caminho do exílio... Terminando a viagem com a promessa de reencontrar a si mesmos. * Melhor Diretor - Festival de Cannes 2004 * * Indicado à Palma de Ouro - Festival de Cannes 2004