Pascal Elbé

Pascal Elbé

(1967)

Biografia

Após ter passado sua infância na cidade de Estrasburgo, Pascal Elbé estreou como ator nos palcos de teatro. Tornou-se conhecido, com sua trupe, e escreveu com seus companheiros duas peças cômicas que obtiveram um sucesso considerável no teatro Splendid e no Café de la Gare, “Charité bien ordonnée” (1992) e “Tout baigne !” (1995). Vamos encontrá-lo novamente no elenco da adaptação para o cinema da segunda peça “Tout baigne !” (1999), mas antes disso, estreará no cinema com as comédias de Gérard Jugnot (Fallait pas !...) e de Ariel Zeïtoun. <br> <br>Pascal Elbé alcançou o sucesso em 2003 graças à comédia sensível de Michel Boujenah, “Pais, Filhos & Etc“, na qual interpreta com muita intensidade um dos três filhos de Philippe Noiret. Frente a Charles Berling e Bruno Putzulu, impôs-se como a revelação desse filme do qual foi co-roteirista e com o qual ganhou uma indicação ao César de Melhor Revelação Masculina. Continuou, em seguida, com comédias em duplas (“L'Amour aux trousses” com Dujardin, “Com o pé na cova” com Cornillac), mas não se limitou a essa categoria, pois teve uma notável interpretação no filme de suspense “Os maus perdedores” em 2005. <br> <br>Algumas vezes sedutor (“Tudo por prazer” de Cécile Telerman, que o dirigirá de novo em “Algo Que Você Precisa Saber“), outras vezes como melhor amigo  (“Mes amis, mes amours “), ele brinca som sua imagem de homem viril encarnando o companheiro de Lambert Wilson na comédia GSL “Baby Love” (2008). Parceiro de Sandrine Bonnaire no austero  “Un cœur simple“ e de Sandrine Kiberlain no trabalho mais leve  “Romaine par moins 30 “, Pascal Elbé, amigo fiel, volta a procurar os cineastas do início da sua carreira: Ariel Zeitoun (“Amor à Prova de Balas“, 2007) ou Michel Boujenah (“3 amis”). E quando assume uma posição por detrás das câmeras (“Cabeça de turco”, 2009), entrega o papel principal desse filme ao ator que o dirigira no filme “Má Fé” : Roschdy Zem.




Participação nos filmes

  • O filho do outro
  • O filho do outro
  • O filho do outro
  • O filho do outro

O filho do outro

Le Fils de l'autre (França 2012). De Lorraine Lévy. Com Emmanuelle Devos, Jules Sitruk, Pascal Elbé. Em cores/105’.

Sinopse

Sinopse

Rapaz judeu prestes a entrar para o exército de Israel descobre que não é filho biológico de seus pais e que foi trocado ao nascer por uma criança de família palestina. Com a descoberta as duas famílias têm que reconsiderar suas identidades, valores e crenças.
  • Os Maus Perdedores
  • Os Maus Perdedores
  • Os Maus Perdedores
  • Os Maus Perdedores
  • Os Maus Perdedores

Os Maus Perdedores

Les Mauvais joueurs (França 2005). De Frédéric Balekdjian. Com Isaac Sharry, Pascal Elbé, Simon Abkarian. Em cores/85’. Classificação etária 14 anos.

Sinopse

Sinopse

Paris, o bairro do Sentier. O Natal aproxima-se e a vida de Vahé Krikorian vai por água a baixo. A loja de seu pai, com quem ele trabalha, fechará em breve, com muitas dívidas e devedores. Lu Ann, a mulher que ele ama, deixa-o e ele sente que as trapaças do jogo da vermelhinha que ele pratica com Sahak e seu irmão Toros não vão levá-lo à lugar nenhum. Yuen, o irmão de Lu Ann, clandestinamente na França, recusa-se a trabalhar para a rede que fez a sua passagem, sem dar-se conta do perigo que o espreita. Tomando-se de afeto por ele, Vahé decide ajudá-lo. Aos poucos, um laço de amizade se tece entre eles e coloca à prova a lealdade de Vahé contra seus velhos amigos e o leva a agir contra seu bando. Apesar da vida parecer retomar seu curso, algose rompeu em Vahé. Algo que ele não controla. Algo irreparável.

  • Pai, Filhos & etc
  • Pai, Filhos & etc
  • Pai, Filhos & etc
  • Pai, Filhos & etc

Pai, Filhos & etc

Père et fils (Canadá, França 2002). De Michel Boujenah. Com Bruno Putzulu, Charles Berling, Pascal Elbé, Philippe Noiret. Em cores/97’.

Sinopse

Sinopse


Léo está fazendo 70 anos. Viúvo e solitário, ele sequer pode comemorar o aniversário com seus três filhos, pois eles não se falam. Quando Léo tem um desmaio sem maiores conseqüências e fica por algumas horas no hospital, ele bola um plano: fingir que tem uma doença fatal. Seu último pedido: que seus filhos o sigam até Quebéc, Canadá, onde ele quer ver baleias na praia. E, no caminho, visitar uma curandeira. Uma viagem inusitada para quatro adultos de personalidades tão diferentes, onde o patriarca Léo é a maior surpresa em cena. Cheio de segredos, malandragens e trapaças deliciosas, ele logo revela ser o pai que nenhum de seus filhos pensava ter.
* Indicado ao César 2004 de Melhor Diretor Estreante e de Melhor Ator Revelação - Pascal Elbé.

  • Segredos de Cabaré
  • Segredos de Cabaré
  • Segredos de Cabaré
  • Segredos de Cabaré
  • Segredos de Cabaré

Segredos de Cabaré

Le Héros de la famille (França 2006). De Thierry Klifa. Com Miou-Miou, Catherine Deneuve, Géraldine Pailhas, Pascal Elbé. Em cores/103’.

Sinopse

Sinopse


Gabriel passou quatro décadas gerenciando o Papagaio Azul, uma casa noturna parisiense. Lá, ele se apresentava em números de drag queen. Após a morte de Nicky, seu amigo que conduzia shows de mágica na mesma casa, seus afilhados vêm a Paris para cuidar dos detalhes do funeral: Nino, um contador gay que traz seu jovem amante, e Marianne, editora de uma conhecida revista feminina. Simone, ex-mulher de Nicky e mãe de Marianne, e Alice, outra ex-mulher de Nicky e mãe de Nino, também comparecem ao funeral, que serve de estopim para uma série de acontecimentos.

  • Tudo por Prazer
  • Tudo por Prazer
  • Tudo por Prazer
  • Tudo por Prazer
  • Tudo por Prazer

Tudo por Prazer

Tout pour plaire (França 2005). De Cécile Telerman. Com Anne Parillaud, Mathilde Seigner, Pascal Elbé. Em cores/105’.

Sinopse

Sinopse


Juliette, Florence e Marie são amigas de infância. Marie, médica de um hospital público, é casada há 8 anos com Pierre, um artista plástico pintor, carinhoso e divertido. Seu defeito é que não traz para casa nem um centavo, o que começa a chatear Marie, cansada de assumir tudo sozinha... Florence é casada com Julien, um empresário voluntarioso e seco. Eles têm um filho, Ludovic. Redatora apagada e medrosa, Florence trabalha na mesma agência de publicidade há anos e finalmente recebe uma conta para gerir... Juliette é advogada e mal consegue que os clientes a paguem, assim como não consegue um homem que a ame... Presas numa vida urbana sem variantes, as três amigas conseguem criar um espaço de liberdade durante suas conversas regulares e francas. Uma constatação é certa: aos 35 anos, os ideais se foram e a realidade se impõe. E já que é assim, mais vale rir do que chorar...

  • Turk’s Head
  • Turk’s Head

Turk’s Head

Tête de Turc (França 2009). Com Pascal Elbé, Ronit Elkabetz, Roschdy Zem. Em cores/87’.

Sinopse

Sinopse

De Pascal Elbé. Um único gesto e tudo se desequilibra. Um adolescente de 14 anos, um médico emergencista, um policial em busca de vingança, uma mãe que luta pelos seus, um homem arrasado pela morte da mulher vêm seus destinos unidos a partir de então. Enquanto o médico passa vários dias entre a vida e a morte, os acontecimentos se encadeiam e todos serão levados pela onda de choque.

Um Coração Simples

Un Cœur simple (França 2008). De Marion Laine. Com Marina Foïs, Pascal Elbé. Em cores/105’.

Sinopse

Sinopse

Com Sandrine Bonnaire, Marina Foïs, Pascal Elbé, Patrick Pineau, Thibault Vinçon. - Félicité é a bondade em pessoa e dedica sua vida a ajudar os outros. Após uma desilusão amorosa, vai trabalhar como governanta para Mathilde Aubain, viúva estrita e reservada. Apesar de suas posições e personalidades antagônicas, as duas mulheres desenvolvem uma forte ligação. Félicité continua a consagrar seu intenso afeto a todos ao seu redor. No entanto, o destino não parece estar de acordo com sua felicidade, e ela segue sem receber o amor dos outros em retorno. Inspirado no conto homônimo de Gustave Flaubert. Prêmio Especial do Júri no Festival de Moscou 2008.
UV

UV

(França 2005). De Gilles Paquet-Brenner. Com Jacques Dutronc, Pascal Elbé. Em cores/100’.

Sinopse

Sinopse

Uma villa numa ilha, em pleno verão. Um dia, um desconhecido aparece: ele se chama Boris. Ele vai visitar Philip, seu velho amigo da escola, que deveria ter chegado na véspera. Cortês, sabido e seguro de si, Boris instala-se na casa. Ele entrosa-se perfeitamente no ambiente, revelando-se o conviva perfeito, divertido. Radiantes, todos se deixam conquistar por seu terrível poder de sedução. Nunca fez tanto calor...