Mathieu Amalric

Mathieu Amalric

Biografia

Nasceu em 1965, na França. Iniciou sua carreira em cinema realizando pequenas tarefas, até chegar a assistente de direção e passar a atuar. Em 1997, ganhou o César de Melhor Ator Promessa por <span style="font-weight: bold; font-style: italic;">Comment je me suis disputé (Ma vie sexuelle)</span>, de Arnaud Desplechin, e dirigiu seu primeiro longa, <span style="font-weight: bold; font-style: italic;">Mange ta soupe</span>. Seu longa <span style="font-weight: bold; font-style: italic;">La Chose publique</span>(2003) estreou na Quinzena dos Realizadores. Como ator participou de filmes como <span style="font-weight: bold; font-style: italic;">Munique</span>, de Spielberg, e <span style="font-style: italic; font-weight: bold;">O Escafandro e a Borboleta</span>, de Julian Schnabel.




Participação nos filmes

  • A Falsa Servente
  • A Falsa Servente
  • A Falsa Servente
  • A Falsa Servente

A Falsa Servente

La Fausse suivante (França 1999). De Benoit Jacquot. Com Isabelle Huppert, Mathieu Amalric, Pierre Arditi, Sandrine Kiberlain. Em cores/90’.

Sinopse

Sinopse

Jovem e rica decide se disfarçar, a fim de encontrar seu futuro marido. Travestida de homem, tece amizade com o sujeito para sondá-lo antes das núpcias. O golpe dá certo e o futuro noivo acaba por se tornar seu amigo e contar-lhe em confidências que ama uma condessa. Todavia, decidiu-se por um melhor partido: exatamente ela, disfarçada de rapaz.
  • A Ilusão Cômica
  • A Ilusão Cômica
  • A Ilusão Cômica
  • A Ilusão Cômica

A Ilusão Cômica

L'Illusion comique (França 2010). De Mathieu Amalric. Com Denis Podalydes, Jean-Baptiste Maunier, Muriel Mayette. Em cores/80’.

Sinopse

Sinopse


Adaptação moderna da peça de Corneille. Um homem está à procura de seu filho, que não vê há mais de 10 anos. Ele conhece então o concierge de um grande hotel parisiense, que lhe mostrará tudo o que o filho viveu durante esses dez longos anos...

  • A Questão Humana
  • A Questão Humana
  • A Questão Humana
  • A Questão Humana
  • A Questão Humana

A Questão Humana

La Question Humaine (França 2007). De Nicolas Klotz. Com Edith Scob, Jean-Pierre Castaldi, Mathieu Amalric, Michael Lonsdale, Valérie Dréville. Em cores/144’.

Sinopse

Sinopse


Paris, dias atuais: Simon trabalha como psicólogo no departamento de recursos humanos da filial francesa de uma corporação petroquímica de origem alemã. Quando o vice-presidente lhe pede que investigue a vida de seu próprio presidente, suspeito de insanidade mental, a percepção de Simon torna-se perturbadoramente caótica e nebulosa. Mesmo convencido de seu papel messiânico, a experiência afeta seu corpo, sua mente, sua vida pessoal e sua sensibilidade. A segura convicção que o tornou um técnico tão rigoroso começa a falhar. O passado volta à tona durante o inquérito, revelando ligações indeléveis da empresa com o regime nazista. Mais uma vez, a culpa alemã deixa escapar seus cadáveres mal sepultados.
A Questão Humana encerra uma trilogia informal de Nicolas Klotz, iniciada com Pária (2000) e A Ferida (2004), sobre diferentes aspectos da estagnação econômica que assolou a França na última década.

As Grutas

Les Gouffres (França 2012). De Antoine Barraud. Com Mathieu Amalric, Nathalie Boutefeu. Em cores/65’.

Sinopse

Sinopse


Em uma parte isolada do planeta, cinco gigantescos e profundos buracos foram descobertos em um longínquo planalto. Estudiosos se aventuram em explorar as profundezas destas formações rochosas. Entre eles está George Lebrun, que trouxe sua esposa para a expedição. Desconfortável e preocupada, ela começa a não conseguir lidar com o vazio que se aproxima. A descida para as profundezas da Terra serve de espelho para uma exploração dos seus medos e anseios mais profundos.

  • As Múmias do Faraó
  • As Múmias do Faraó
  • As Múmias do Faraó
  • As Múmias do Faraó
  • As Múmias do Faraó

As Múmias do Faraó

Les Aventures extraordinaires d'Adèle Blanc-Sec (França 2010). De Luc Besson. Com Jacky Nercessian, Jean-Paul Rouve, Louise Bourgoin, Mathieu Amalric, Philippe Nahon. Em cores/105’. Classificação etária 10 anos.

Sinopse

Sinopse


Adèle é uma jovem e aventureira repórter capaz de qualquer coisa para conseguir o que quer. Ela vai até o Egito em busca da cura da doença de sua irmã, na tumba secreta de um faraó. Ao retornar para Paris, ela percebe que o pânico tomou conta da população. Um ovo de dinossauro de milhões de anos se chocou misteriosamente no museu e a criatura está aterrorizando a cidade. Além disso, coisas estranhas continuam acontecendo no museu. Mas nem o perigo e nem todo mistério por trás dos curiosos acontecimentos impedirá Adèle de conseguir salvar sua irmã. Prepare-se, a aventura está apenas começando!

  • Atrizes
  • Atrizes
  • Atrizes
  • Atrizes

Atrizes

Actrices (França 2007). De Valeria Bruni Tedeschi. Com Louis Garrel, Valeria Bruni Tedeschi, Mathieu Amalric, Maurice Garrel, Valeria Golino. Em cores/107’.

Sinopse

Sinopse


Marcelline é uma atriz que, de repente, passa a ser atormentada pela sombra de sua personagem, o que a faz ensaiar com tremenda dificuldade. Apesar do incentivo do diretor que diz que fará dela uma estrela, Marcelline não consegue esquecer que já é uma quarentona, solteira e sem filhos. Ao ser apresentada para Nathalie, a assistente do diretor, as duas descobrem que já se conheciam desde os tempos de teatro na escola, há mais de 20 anos, e aos poucos vão notando o quanto são parecidas...

* O filme levou o prêmio especial do júri na mostra Un Certain Regard no festival de Cannes 2007.

  • Barbara
  • Barbara
  • Barbara

Barbara

(França 2017). De Mathieu Amalric. Com Jeanne Balibar, Mathieu Amalric, Vincent Peirani. Em cores/97’. Classificação etária Livre .

Sinopse

Sinopse

Uma atriz, Brigitte, irá interpretar num filme a icônica cantora Barbara. Brigitte trabalha a personagem de Barbara: a sua voz, as músicas e as canções, a imitação dos gestos, as falas. As coisas prosseguem. A personagem vai crescendo dentro dela. Começa mesmo a invadi-la. Yves, o realizador, também vai trabalhando - através de encontros, imagens de arquivo e a música. Parece inspirado por ela... Mas por quem? Pela atriz ou por Barbara?
  • Belas famílias
  • Belas famílias

Belas famílias

Belles familles (França 2015). De Jean-Paul Rappeneau. Com Mathieu Amalric. Em cores/113’.

Sinopse

Sinopse

Há mais de 10 anos vivendo na China, Jèrôme Varenne, um homem de negócios, volta à França para visitar a mãe e o irmão e descobre que a casa onde ele passou a infância é objeto de uma grande disputa. Ele, então, vai até a propriedade na esperança de resolver o caso, mas um encontro inesperado mudará os rumos de sua vida, revelando lados de sua família que ele jamais imaginaria.

Comment je me suis disputé ma vie sexuelle

(França 1996). De Arnaud Desplechin. Com Emmanuelle Devos, Mathieu Amalric. Em preto e branco/178’.

Sinopse

Sinopse

Les histoires d'amour et les histoires tout court de Paul, maître-assistant dans une faculté de la périphérie parisienne où il ne compte pas faire de vieux os.
  • Ervas Daninhas
  • Ervas Daninhas
  • Ervas Daninhas
  • Ervas Daninhas
  • Ervas Daninhas

Ervas Daninhas

Les Herbes folles (França 2009). De Alain Resnais. Com André Dussolier, Emmanuelle Devos, Mathieu Amalric, Sabine Azema. Em cores/104’.

Sinopse

Sinopse


Marguerite, dentista solteira, tem sua bolsa roubada na saída de uma loja. Sem que ela saiba, a carteira vai parar no chão de um estacionamento, onde é encontrada ao acaso por Georges, casado e pai de dois filhos. Movido pela curiosidade, ele examina os documentos no interior e encontra uma foto da proprietária. Intrigado, ao invés de ir à policia devolver a carteira perdida, ele decide guardá-la consigo. Inicia-se assim uma grande aventura amorosa para ele e Marguerite.
Baseado no romance L’incident, de Christian Gailly.
* Prêmio pelo conjunto da obra no Festival de Cannes 2009.