Marie Gillain



Participação nos filmes

  • As Afinidades Eletivas
  • As Afinidades Eletivas
  • As Afinidades Eletivas

As Afinidades Eletivas

Le Affinità Elettive (França, Itália 1996). De Paolo Taviani, Vittorio Taviani. Com Isabelle Huppert, Jean-Hugues Anglade, Marie Gillain. Em cores/98’.

Sinopse

Sinopse


Baseado no romance homônimo do escritor alemão Johann Wolfgang Goethe (1749-1832), As Afinidade Eletivas é um dos mais belos filmes de Paolo e Vittorio Taviani.


A história se passa na Toscana do início do século XIX, onde o jovem casal Edoardo e Carlotta se reencontra depois de 20 anos e decide se casar. Eles recebem a visita do amigo Otto e da sobrinha Ottilia em sua casa de campo. Juntos, eles passam por experiências que demonstram que certos elementos têm afinidades eletivas, ou seja, uma atração especial de um pelo outro. Dessas experiências nascem novas relações amorosas entre os casais.

  • Coco antes de Chanel
  • Coco antes de Chanel
  • Coco antes de Chanel
  • Coco antes de Chanel
  • Coco antes de Chanel

Coco antes de Chanel

Coco avant Chanel (França 2009). De Anne Fontaine. Com Audrey Tautou, Benoît Poelvoorde, Emmanuelle Devos, Marie Gillain. Em cores/110’.

Sinopse

Sinopse


Após a morte da mãe, Gabrielle “Coco” Chanel é deixada pelo pai num orfanato, junto com a irmã. Na juventude, trabalha numa alfaiataria durante o dia e canta à noite num cabaré. Lá conhece o milionário Étienne Balsan, que a leva para viver com ele. É fazendo roupas para o amante que Chanel desenvolve o talento de estilista. Sem colocar limites entre a vida, o amor e o trabalho, passa a usá-las também. Mesmo vivendo apaixonadamente, sabia no entanto que nunca se casaria. Nem com o homem de sua vida, Boy Capel. Afrontando as convenções do seu tempo, Chanel inventa a mulher moderna.

  • Contratadas para Matar
  • Contratadas para Matar
  • Contratadas para Matar
  • Contratadas para Matar
  • Contratadas para Matar

Contratadas para Matar

Les Femmes de l'ombre (França 2008). De Jean-Paul Salomé. Com Déborah François, Julie Depardieu, Julien Boisselier, Marie Gillain, Robin Renucci, Sophie Marceau, Vincent Rottiers, Xavier Beauvois. Em cores/120’.

Sinopse

Sinopse


Maio de 1944. Cinco mulheres de uma unidade de comando saltam de pára-quedas na França ocupada pelos nazistas com a audaciosa e perigosa missão de proteger o segredo do desembarque do Dia D e eliminar o Coronel Heindrich, comandante da contra-inteligencia alemão. Louise é uma atiradora treinada e viúva do líder da Resistência. Jeanne é uma prostituta sem sentimentos que não hesita em matar. Gaëlle é uma jovem e brilhante expert em explosivos desesperada para ver alguma ação. Suzy é uma estonteante showgirl que foi amante de Heindrich. Maria é uma condessa italiana encoberta pela a Resistência Francesa. Juntas elas lutarão para manter o segredo do Dia D encoberto.

  • Inferno
  • Inferno
  • Inferno
  • Inferno
  • Inferno

Inferno

L'Enfer (Bélgica, França, Itália, Japão 2005). De Danis Tanovic. Com Emmanuelle Béart, Guillaume Canet, Carole Bouquet, Jacques Gamblin, Karin Viard, Marie Gillain. Em cores/95’.

Sinopse

Sinopse

Sophie, Céline e Anne são irmãs. Sophie, a mais velha, mora com o marido em Paris. Anne, a mais jovem, estudante de arquitetura, vive uma relação passional com seu professor Fréderic. Céline, que é solteira, cuida da mãe inválida, até que um misterioso homem surge em sua vida. Um incidente ocorrido na infância das três fará com que elas se reúnam para discutir o passado.
Inspirado na segunda parte do Inferno, de Dante, o roteiro é parte de uma trilogia planejada pelo roteirista Krzystof Piesiewicz e o cineasta Krzysztof Kieslowski, que não foi realizada devido à morte deste diretor, em 1996. Paraíso o primeiro roteiro desta trilogia, e foi filmado pelo alemão Tom Tykwer em 2001.


  • La Très très grande entreprise
  • La Très très grande entreprise
  • La Très très grande entreprise
  • La Très très grande entreprise
  • La Très très grande entreprise

La Très très grande entreprise

(França 2008). De Pierre Jolivet. Com Adrien Jolivet, Guilaine Londez, Jean-Paul Rouve, Marie Gillain, Roschdy Zem. Em cores/103’.

Sinopse

Sinopse


Zaccharias, Mélanie, Denis e Kevin vivem às margens de um lago poluído por Naterris, uma gigantesca empresa multinacional. Eles recusam a soma irrisória que a empresa lhes oferece como indenização. Para poder apelar, eles têm que descobrir um elemento novo na sede parisiense de Naterris. Eles têm apenas trinta dias...

  • Landes
  • Landes
  • Landes
  • Landes

Landes

(França 2013). De François-Xavier Vives. Com Jalil Lespert, Marie Gillain, Miou-Miou. Em cores/95’.

Sinopse

Sinopse

Durante os anos 1920, Liéna Duprat, 35 anos, veio à perder o seu marido, proprietário de vastas plantações de pinho em Landes. Até então longe dos negócios de seu marido, Liéna se empenha a seguir o trabalho do falecido: levar a luz elétrica para as aldeias habitadas por seus inquilinos. Porém, logo Liéna perceberá que a luz elétrica é supérflua em comparação à miséria profunda na qual esses operários do campo vivem, e que existem outros sonhos e aspirações sociais no seio dessa realidade rígida e sufocante de seu país.

* Festival de Montréal 2013 - Prêmio de contribuição artística.
  • Mágica
  • Mágica
  • Mágica
  • Mágica
  • Mágica

Mágica

Magique (Canadá, França 2007). De Philippe Muyl. Com Marie Gillain. Em cores/91’.

Sinopse

Sinopse


Tommy é um menino que mora com sua mãe Betty, em uma granja perto de Montreal. O menino nunca conheceu seu pai, e sua mãe é uma mulher solitária e infeliz. Tudo muda quando um circo entra em suas vidas.

  • Meu Pai Herói
  • Meu Pai Herói
  • Meu Pai Herói
  • Meu Pai Herói
  • Meu Pai Herói

Meu Pai Herói

Mon père, ce héros (França 1991). Com Catherine Jacob, Gérard Depardieu, Marie Gillain. Em cores/99’.

Sinopse

Sinopse

De Gérard Lauzier.


Filha de pais divorciados, Véronique tem 15 anos. André, seu pai, a leva de férias à Ilha Maurício. Para despertar o interesse dos rapazes, especialmente o do belo Benjamin, Véronique dá a entender que André é seu amante e que levam juntos uma vida de aventuras...

  • Passaporte para a Vida
  • Passaporte para a Vida
  • Passaporte para a Vida
  • Passaporte para a Vida
  • Passaporte para a Vida

Passaporte para a Vida

Laissez-passer (França 2001). De Bertrand Tavernier. Com Charlotte Kady, Denis Podalydes, Jacques Gamblin, Maria Pitarresi, Marie Desgranges, Marie Gillain. Em cores/170’.

Sinopse

Sinopse

Paris, 3 de março de 1942. A Continental, uma empresa alemã de cinema dirigida pelo Dr. Greven e que produz filmes franceses desde 1940, é o reflexo da armadilha na qual o país caiu: será que é possível continuar trabalhando ali como se nada tivesse mudado? Ou as pessoas deveriam se recusar a colaborar e partir? O filme traça os caminhos de dois homens cujos destinos estão interligados. O primeiro, Jean-Devaivre, assistente de direção, entra para a Continental com o propósito de camuflar sua atividade clandestina na resistência. É um homem de ação, inconseqüente, impulsivo e ousado. O outro, Jean Aurenche, roteirista e ao mesmo tempo poeta, luta para recusar qualquer oferta de trabalho vinda dos alemães. É um homem reservado, ávido, questionador, dividido entre as três amantes. Acima de tudo, ele é uma testemunha, que entra na resistência no momento em que pega na caneta para escrever. Em torno deles, giram vários outros personagens - submissos ou rebeldes. Alguns lutam, outros colaboram, mas, na França ocupada, todos lutam contra a fome, o frio e outras privações, para sobreviver. Este filme é dedicado a todos os que sobreviveram àqueles tempos. * Premiado no Festival de Berlim 2002: Melhor Ator (Jacques Gamblin) e Melhor Trilha Sonora *

  • Tudo o que desejamos
  • Tudo o que desejamos
  • Tudo o que desejamos

Tudo o que desejamos

Toutes nos envies (França 2011). De Philippe Lioret. Com Marie Gillain. Em cores/120’.

Sinopse

Sinopse


Compadecida pelo sofrimento da mãe de um amigo de sua filha na escola, uma jovem juíza que enfrenta uma doença incurável se junta com um colega magistrado para lutar contra empresas que exploram pessoas pobres.