Léa Seydoux

Léa Seydoux

(1985)



Participação nos filmes

  • A Bela e a Fera
  • A Bela e a Fera
  • A Bela e a Fera

A Bela e a Fera

La Belle et La Bête (Alemanha, França 2014). De Christophe Gans. Com André Dussolier, Léa Seydoux, Vincent Cassel. Em cores/114’.

Sinopse

Sinopse

No ano de 1810 um naufrágio leva à falência um comerciante, pai de três filhos e três filhas. A família se muda para o campo e Bela, a filha mais jovem, parece ser a única entusiasmada com a vida rural. Certo dia o pai de Bela arranca uma rosa do jardim de um palácio encantado e acaba condenado à morte pelo dono do castelo, um monstro. Para salvar a vida do pai, Bela vai viver com o estranho ser. Lá ela encontra uma vida cheia de luxo, magia e tristeza, e aos poucos descobre mais sobre o passado da Fera, que se sente cada vez mais atraída pela jovem moça.
  • A Bela Junie
  • A Bela Junie
  • A Bela Junie
  • A Bela Junie
  • A Bela Junie

A Bela Junie

La Belle personne (França 2008). De Christophe Honoré. Com Louis Garrel, Anaïs Demoustier, Léa Seydoux. Em cores/90’.

Sinopse

Sinopse


Uma garota de 16 anos troca de colégio durante o ano acadêmico e logo se enturma com os novos colegas. A sua beleza chama a atenção dos rapazes, e ela começa a namorar um deles antes de se dar conta que está apaixonada pelo professor de italiano.


  • A Consolação
  • A Consolação

A Consolação

La Consolation (França 2007). De Elisabeth Perceval, Nicolas Klotz. Com Léa Seydoux. Em cores/9’.

Sinopse

Sinopse

Durante uma festa, Camille fala sobre seu corpo amoroso atravessado pela ciência, o tempo que dá errado, e olha para o futuro
  • A Última Amante
  • A Última Amante
  • A Última Amante
  • A Última Amante

A Última Amante

Une vieille maîtresse (França, Itália 2007). De Catherine Breillat. Com Anne Parillaud, Asia Argento, Fu’ad Aït Aattou, Léa Seydoux, Michael Lonsdale, Roxane Mesquida, Yolande Moreau. Em cores/114’.

Sinopse

Sinopse

Na mundana Paris do século XIX, só se fala no casamento do jovem libertino Ryno de Marigny com a bela e pura Hermangarde, uma flor da aristocracia. Os noivos se amam, porém as más línguas insinuam que Ryno não vai conseguir romper um antigo romance com a Vellini, uma cortesã escandalosa, filha de uma duquesa com um toureador. Entre confidências, traições e segredos numa sociedade paralisada pelas convenções, a força dos sentimentos vai provocar os acontecimentos. Baseado no romance de Barbey d’Aurevilly, com o mesmo título do filme. * Seleção Oficial do Festival de Cannes 2007 *

  • Adeus, minha Rainha
  • Adeus, minha Rainha
  • Adeus, minha Rainha
  • Adeus, minha Rainha
  • Adeus, minha Rainha

Adeus, minha Rainha

Les Adieux à la Reine (Espanha, França 2011). De Benoit Jacquot. Com Diane Kruger, Léa Seydoux, Virginie Ledoyen. Em cores/104’.

Sinopse

Sinopse

Em 1789, quando a notícia da tomada da Bastilha chega à Versalhes, o castelo esvazia. Mas Sidonie, jovem leitora inteiramente dedicada à Rainha, não quer acreditar nos rumores que ouve.
  • Aprendiz de Alfaiate
  • Aprendiz de Alfaiate
  • Aprendiz de Alfaiate

Aprendiz de Alfaiate

Petit tailleur (França 2010). De Louis Garrel. Com Léa Seydoux. Em preto e branco/43’.

Sinopse

Sinopse


Arthur é aprendiz de alfaiate no ateliê de Albert. Este último se aposentará em breve e escolheu Arthur como seu sucessor. Mas uma noite, Arthur é levado para o teatro por seu amigo Sylvain. Ele se apaixona loucamente por Marie-Julie, a atriz principal da peça. Os dois amantes decidem nunca mais se separar e estão dispostos a abandonar tudo para viver seu amor. Mas Arthur poderá aceitar falhar com Albert?

  • Azul é a cor mais quente
  • Azul é a cor mais quente
  • Azul é a cor mais quente
  • Azul é a cor mais quente
  • Azul é a cor mais quente

Azul é a cor mais quente

La Vie d'Adèle - Chapitres 1 & 2 (França 2013). De Abdellatif Kechiche. Com Adèle Exarchopoulos, Jérémie Laheurte, Léa Seydoux. Em cores/179’.

Sinopse

Sinopse

No azul dos cabelos de Emma, Adéle, uma garota de 15 anos, descobre sua primeira paixão avassaladora por outra mulher. No entanto, Adéle terá que lutar contra sua família e a moral vigente para poder viver intensamente esse amor secreto.
  • Belle Épine
  • Belle Épine
  • Belle Épine

Belle Épine

(França 2010). De Rebecca Zlotowski. Com Anaïs Demoustier, Léa Seydoux. Em cores/80’.

Sinopse

Sinopse

Prudência tem 17 anos e perdeu a mãe há poucos dias. Deixada à sua sorte, sozinha no apartamento da família, ela encontra Maryline, rebelde da escola que lhe faz descobrir o circuito selvagem de Rungis, onde giram perigosamente grandes cilindradas e pequenas motocicletas envenenadas. Fascinada pela turma do circuito, Prudência tenta conquistar um lugar, tentando pensar que sua solidão é la liberdade.


* Semana da Crítica - Festival de Cannes 2010.
* César 2011 - Indicação de Léa Seydoux à melhor jovem atriz.
* Prêmio Louis Delluc de Melhor Primeiro Filme
  • Grand Central
  • Grand Central
  • Grand Central

Grand Central

(França 2013). De Rebecca Zlotowski. Com Léa Seydoux, Tahar Rahim. Em cores/94’.

Sinopse

Sinopse

De pequenos em pequenos trabalhos, Gary consegue emprego em uma usina nucelar, onde vai encontrar o amor de sua vida, além dos perigos da constante contaminação radioatvia
  • Minha irmã
  • Minha irmã
  • Minha irmã
  • Minha irmã

Minha irmã

L'enfant d'en haut (França, Suíça 2012). De Ursula Meier. Com Kacey Mottet Klein, Léa Seydoux, Martin Compston. Em cores/100’.

Sinopse

Sinopse


Simon tem 12 anos e ganha a vida com pequenos roubos numa estação de esqui na Suíça. Ele mora com sua irmã Louise nos pés da montanha, e revende os equipamentos roubados para vizinhos do conjunto habitacional em que vive. Mas Louise acaba de perder seu trabalho e passa a depender dos ganhos do irmão. Pouco a pouco a dependência entre eles revela uma verdade incontornável.


*Ganhador do Urso de prata no Festival Internacional de Berlim 2012 na categoria prêmio especial (Ursula Meier)*
*Indicado para o Urso de ouro no Festival Internacional de Berlim 2012 na categoria competição (Ursula Meier)*
Estreia Nacional: 6 de julho