Jane Birkin

Biografia

<br />




Participação nos filmes

A Bela Intrigante

A Bela Intrigante

La Belle Noiseuse (França 1991). De Jacques Rivette. Com Jane Birkin, Michel Piccoli. Em cores/238’.

Sinopse

Sinopse

Em sua casa no campo Edouard Frenhofer, um artista sexagenário, vive uma aposentadoria voluntária. No estúdio há uma pintura inacabada na qual Marianne, sua esposa, foi o modelo, encostada na parede como uma censura da paixão que morreu entre eles. O casamento não foi rompido, mas é uma relação de compreensão e não de desejo. Um dia um fotógrafo leva Liz, sua namorada, para conhecer Edouard e Marianne. Algo acontece, pois o artista decide retomar o trabalhado terminando uma pintura que está parada há 10 anos. A obra inacabada é "A Bela Intrigante", que foi inspirado em Catherine Lescault, uma cortesã do século XVII. Ele decide usar como modelo Liz, que acaba de conhecer, mas faz o convite através do namorado dela, que concorda sem consultá-la. Quando ela fica sabendo fica irritada, pois teve a sensação que venderam seu corpo. Além disto teria de posar nua, assim fala ao seu namorado que não irá. Entretanto no dia seguinte Liz vai até a casa do pintor e os dois começam a trabalhar. Tentando fazer um bela obra, ele coloca Liz em posições bastantes incômodas, um tratamento quase sádico em um processo criativo que parece interminável, fazendo Liz detestá-lo. Paralelamente o namorado da jovem passa a se sentir inseguro nesta situação e mesmo Marianne, que sabe que ele é um cavalheiro, não se sente totalmente à vontade nesta situação.
A Mulher da Minha Vida

A Mulher da Minha Vida

La Femme de ma vie (Alemanha, França 1986). De Régis Wargnier. Com Christophe Malavoy, Dominique Blanc, Jane Birkin, Jean-Louis Trintignant. Em cores/102’.

Sinopse

Sinopse

Simon, um famoso violinista em uma orquestra sinfônica, torna-se um bêbado, ele é abandonado pela esposa e ele não é capaz de jogar mais.Uma noite, ele se perde no caminho de volta para casa e encontra Pierre um homem que passou por sua mesma experiência.Pierre Simon leva para sua casa junto ao mar e ajuda-o a retroceder seu hábito.

* Recebeu o Prêmio César em 1987, na categoria de melhor primeira obra, e foi indicado nas categorias de melhor ator (Christophe Malavoy), melhor atriz (Jane Birkin), melhor ator coadjuvante (Jean-Louis Trintignant) e atriz mais promissora (Dominique Blanc) *

  • Amores Parisienses
  • Amores Parisienses
  • Amores Parisienses
  • Amores Parisienses
  • Amores Parisienses

Amores Parisienses

On connaît la chanson (França 1997). De Alain Resnais. Com Agnès Jaoui, André Dussolier, Jane Birkin, Jean-Paul Roussilon, Jean-Pierre Bacri, Lambert Wilson, Sabine Azema. Em cores/120’.

Sinopse

Sinopse


Os desencontros amorosos de seis personagens, divididos entre suas rotinas profissionais e os dilemas do coração. Ao som de clássicos da música popular francesa, eles viverão alguns mal-entendidos capazes de gerar crises de ciúmes, stress e paixões inebriantes.

As Cento e uma noites

As Cento e uma noites

Les Cent et une nuits (França 1994). De Agnès Varda. Com Daniel Auteuil, Michel Piccoli, Alain Delon, Anouk Aimée, Fanny Ardant, Gérard Depardieu, Jane Birkin, Jean-Paul Belmondo, Jeanne Moreau, Marcello Mastroianni, Mathieu Demy, Patrick Bruel, Robert de Niro, Romane Bohringer, Sandrine Bonnaire. Em cores/122’.

Sinopse

Sinopse

O Senhor Cinema é quase centenário! Ex-ator, diretor e produtor, ele acredita personificar o próprio cinema e vive num castelo-museu, com seu mordomo-guardião, Firmin. Ele contrata uma jovem estudante, Camille, para exercitar aerobicamente sua memória, mas ela e seu amigo, Mica, querem fazer cinema. Eles armam então um complô para roubar dinheiro do velho, enquanto ele recebe seus amigos.
  • Caixas
  • Caixas
  • Caixas

Caixas

Boxes (França 2007). De Jane Birkin. Com Michel Piccoli, Jane Birkin, Annie Girardot, Lou Doillon, Maurice Benichou, Natacha Regnier, Tcheky Karyo. Em cores/95’.

Sinopse

Sinopse


Anna, uma inglesa de 50 anos, acabou de se mudar para uma casa de praia antiga no litoral britânico. Neste espaço enorme e vazio, ela está aparentemente sozinha com as suas caixas. Mas delas, no entanto, surgem as suas lembranças mais importantes. Emergem os seus ex-maridos, seu pai, sua mãe, seus filhos e seus fantasmas. Vivos ou mortos, seus três grandes amores e seus três filhos ocupam a casa, para confrontá-la e amá-la. Anna tem, enfim, a chance de encontrar o perdão por seus erros do passado e alcançar a paz para o resto de seus dias.
* Seleção oficial no Festival de Cannes - 2007.

  • Casadas mas nem tanto
  • Casadas mas nem tanto
  • Casadas mas nem tanto
  • Casadas mas nem tanto
  • Casadas mas nem tanto

Casadas mas nem tanto

Mariées mais pas trop (Bélgica, França 2003). De Catherine Corsini. Com Amira Casar, Clovis Cornillac, Emilie Dequenne, Jane Birkin, Laurent Grévill, Pierre Richard. Em cores/99’.

Sinopse

Sinopse


Aos vinte anos, Laurence está prontinha para se apaixonar. Infelizmente, ela assusta os pretendentes pela ansiedade. Resultado: ela é ou enganada ou largada. Quando sua mãe morre , Laurence cisma em reencontrar sua avó, que não via desde a infância. Renée não manifesta nenhum entusiasmo com a visita da neta. Sua ingenuidade a irrita profundamente... Para provar que o grande amor não existe e que sempre será vítima dos homens, Renée propõe-se a ensinar è neta a arte de viver. Uma arte composta de regras elementares: seduzir um homem rico, desposá-lo assim que possível e livrar-se dele rápida, discreta e definitivamente, embolsar o seguro de vida, aproveitar a vida egoistamente e... recomeçar tudo. Laurence se deixa criar por esta avó bizarra. Mas o jogo não será sem riscos para o duo infernal e os homens que cruzarão seu caminho.

Circulando, não há nada pra ver!

Circulando, não há nada pra ver!

Circulez y a rien à voir! (França 1983). De Patrice Leconte. Com Jacques Villeret, Jane Birkin. Em cores/84’.

Sinopse

Sinopse


O inspetor Leroux é fascinado pela bela Hélène Duvernet, diretora de uma galeria de pintura. Por mais que lhe corra atrás, ela continua inatingível. Contudo, em Genebra, ele descobre que ela é traficante de quadros. Hélène empenha-se então em seduzir Leroux e acaba envolvendo-o, sem querer, num homicídio.

Divertimento

Divertimento

La Belle Noiseuse - Divertimento (França 1992). De Jacques Rivette. Com Jane Birkin, Michel Piccoli. Em cores/130’.

Sinopse

Sinopse

Montagem televisão, versão curta do A Bela Intrigante.
  • Escalada ao Poder
  • Escalada ao Poder
  • Escalada ao Poder
  • Escalada ao Poder

Escalada ao Poder

Le Mouton enragé (França, Itália 1974). De Michel Deville. Com Jean-Pierre Cassel, Dominique Constanza, Henri Garcin, Jane Birkin, Jean-François Balmer, Jean-Louis Trintignant, Michel Vitold, Romy Schneider. Em cores/105’.

Sinopse

Sinopse

Nicholas Mallet, funcionário de banco discreto e tímido, convida Marie-Paul, uma desconhecida mulher, para sair e acaba passando a noite com ela. Depois que relata o ocorrido a um amigo escritor, sua vida passa a ser manipulada por ele.
Este é Meu Corpo

Este é Meu Corpo

Ceci est Mon Corps (França 2001). De Rodolphe Marconi. Com Annie Girardot, Didier Flamand, Jane Birkin, Louis Garrel. Em cores/87’. Classificação etária 14.

Sinopse

Sinopse

Um brilhante e rico estudante decide fazer uma pausa em seus estudos para participar de um filme em produção. Ao conhecer a bela diretora do filme, ele percebe que nem tudo na vida acontece conforme o desejado.