Guillaume Canet

Guillaume Canet

Biografia

Apaixonado por equitação, Guillaume Canet, teve sua promissora carreira de jockey interrompida por um acidente. Voltando-se para a arte dramática, estudou no Cours Florent e notabilizou-se no teatro com a peça ?La Ville?, cujo príncipe é um filho de Henry de Montherlant, e que ele interpretou ao lado de Christophe Malavoy.<br> <br> Após uma primeira aparição no cinema, no curta ?Le Fils Unique? em 1995, Guillaume Canet contracenou com Jean Rochefort no thriller ?Barracuda? (1997). Mas foi seu trabalho em ?En plein c?ur? (1998) de Pierre Jolivet e em ?Je règle mon pas sur le pas de mon père? (id.) de Rémi Waterhouse que o transformou em estrela nascente. Mais tarde, em 2002, reencontrou os cineastas que tinham lhe dado sua primeira oportunidade, no filme ?A volta do guerreiro?,  que se desenrola na Idade Média, e na comédia ?Mille millièmes?. <br> <br>Em 2000, Guillaume Canet já era um ator de primeira linha, contracenando com Leonardo DiCaprio no filme ?A Praia?, testando a si próprio em ?La Fidélité? de Sophie Marceau, experimentando "Cães da Noite?, de Antoine de Caunes, e autoconstituindo-se biógrafo de Vidocq. Após alguns anúncios publicitários e curta-metragens  (Sans regrets, Je taim), ele dirige a si mesmo, em 2002, num primeiro longa-metragem "Mon idole?, fábula amoral sobre o meio do show business. Após esse início bem sucedido, Guillaume Canet aborda gêneros diferentes: ele flerta com Marion Cotillard em ?Jeux d?enfants?, sonha nas aventuras do excêntrico ?Problemas de um Dorminhoco?, e combate nas trincheiras do mais solene ?Feliz Natal?. <br> <br> Após o drama ?Inferno? de Tanovic e a comédia ?Un ticket pour l'espace?, Guillaume Canet é a voz por detrás do filme animado ?Carros?. Em seguida, entra numa nova fase em 2006 ao dirigir ?Não Conte a Ninguém?, uma adaptação do romance de Harlan Coben, onde dirige um elenco de luxo que reúne François Cluzet, Kristin Scott Thomas e ainda Jean Rochefort. Esse longa-metragem recebeu quatro Césars, um dos quais sendo o de melhor ator para François Cluzet e de melhor diretor para Canet, que se tornou assim o mais jovem diretor da história dos Césars nessa categoria. <br> <br>Daí em diante, figura de destaque do cinema francês,  Guillaume Canet trabalha ao lado de Audrey Tautou na comédia romântica ?Enfim, Juntos?, adaptação literária do best-seller de Anna Gavalda. Neste mesmo ano, ele representa um personagem antipático em ?Darling? (de C. Carrière), e é o ator principal de ?La clef?, suspense de Guillaume Nicloux, com as estrelas Marie Gillain, Jean Rochefort e Vanessa Paradis. <br> <br>Após dirigir François Cluzet em ?Não Conte a Ninguém?, é do outro lado da câmera que os dois atores se encontram em ?Laços de Sangue?, de Jacques Maillot. Nesse filme, eles interpretam dois irmãos que apesar destes laços têm dificuldades em esquecer o passado. Mas é de maneira mais leve que Guillaume Canet termina o ano de 2008: como narrador do filme ?The meerkats?. <br> <br> O ano de 2009 mergulha o ator, sem querer, no mundo perigoso dos serviços secretos. Ele assume o papel de um carregador de bagagens que tem de improvisar-se como agente secreto em ?Espies? de Nicolas Saada. Depois, em plena guerra fria, Emir Kustirica o envolve no filme ?Farewell? frente às câmeras de  Christian Carion, cinco anos após ?Feliz Natal?. Ele contracenou ainda duas vezes com Marion Cotillard em ?O Último Voo? (2009) e ?Les Petits mouchoirs? (2010), filme que também dirigiu, reencontrando na ocasião François Cluzet e Gilles Lellouche.




Participação nos filmes

A Chave do Problema

A Chave do Problema

La Clef du Problème (França 2009). De Guillaume Cotillard. Com Guillaume Canet. Em cores/90’.

Sinopse

Sinopse

Pierre está atrasado e seu avião decola em duas horas. Mas antes de ir para o aeroporto, ele precisa passar em casa para pegar seu passaporte. No apartamento, ele se dá conta que perdeu sua chave. Em panico, ele liga para sua amiga Krista, que possui outro par de chaves da sua casa. Para piorar, ele está em Los Angeles e não tem co vir para ajuda-lo.
A vida vai melhorar

A vida vai melhorar

Une Vie Meilleure (Canadá, França 2010). De Cédric Kahn. Com Guillaume Canet. Em cores/110’.

Sinopse

Sinopse


Yann e Nadia,  apaixonados, embarcam em uma proposta de restaurante em um lago. Seu sonho empreendedor quebra rapidamente. Nadia, forçada a aceitar um emprego no estrangeiro, temporariamente confia seu filho a Yann. Ela desaparece ...

  • A Volta do Guerreiro
  • A Volta do Guerreiro
  • A Volta do Guerreiro
  • A Volta do Guerreiro
  • A Volta do Guerreiro

A Volta do Guerreiro

Frère du guerrier (França 2002). De Pierre Jolivet. Com Guillaume Canet, François Berleand, Vincent Lindon. Em cores/115’.

Sinopse

Sinopse


Filho de curandeira atende o pedido no leito de morte de sua mãe para se tornar um herbalista. Mas, após ser atacado por bandidos, ele fica amnésico. Para ajudar a família, sua esposa sai em busca de seu irmão, um soldado, para encontrar um livro sobre a arte das ervas.

  • Até a eternidade
  • Até a eternidade
  • Até a eternidade
  • Até a eternidade

Até a eternidade

Les petits mouchoirs (França 2010). De Guillaume Canet. Com Jean Dujardin, François Cluzet, Marion Cotillard. Em cores/154’.

Sinopse

Sinopse


Mesmo apos um evento traumático um grupo de amigos decide manter as férias anuais na praia. Porém a culpa e a amizade serão levadas até as ultimas conseqüências, fazendo que eles confessem mentiras que tem contado uns para os outros.


Estreia Nacional: 6 de julho

En Plein Coeur

en Plein Coeur (França 1998). De Pierre Jolivet. Com Guillaume Canet, Gerard Lanvin, Virginie Ledoyen. Em cores/100’.

Sinopse

Sinopse

Rico advogado quarentão, Michel Farnese leva uma vida ótima com sua mulher, Viviane. Certo dia, uma jovem delinquente chamada Cécile entra pelo seu escritório: ela achara seu endereço na carteira que lhe tinha roubado e pede que a ajude. Cécile tinha acabado de roubar uma joalheria com sua amiga Samira, que foi presa. Michel Farnese também teve uma adolescência difícil e aceita ajudar Cécile. Contudo, Viviane desconfia que ele não é indiferente à jovem.
  • Enfim, Juntos
  • Enfim, Juntos
  • Enfim, Juntos
  • Enfim, Juntos
  • Enfim, Juntos

Enfim, Juntos

Ensemble, c'est tout (França 2007). De Claude Berri. Com Guillaume Canet, Audrey Tautou, Françoise Bertin, Hélène Surgère. Em cores/95’.

Sinopse

Sinopse

Adaptação do livro homônimo de Anna Gavalda.


A história se passa na romântica cidade de Paris. O filme mostra o encontro de quatro pessoas que aparentemente não têm nada em comum, exceto o fato de serem absolutamente solitárias.

  • Espiõe(s)
  • Espiõe(s)
  • Espiõe(s)

Espiõe(s)

Espion(s) (França 2010). De Nicolas Saada. Com Guillaume Canet, Géraldine Pailhas, Hippolyte Girardot, Stephen Rea. Em cores/99’.

Sinopse

Sinopse

Vincent, um rapaz brilhante mas ensimesmado, trabalha como bagagista num aeroporto e recusa a carreira traçada para a qual seus estudos o encaminhavam. Com seu colega Gérard, Vincent costuma cometer furtos nas malas antes do embarque no porão. Gérard morre brutalmente depois de uma explosão ocorrida quando estava mexendo numa mala diplomática. O dono da mala, um diplomata sírio, recupera a bagagem e logo desaparece. Então, Vincent é pressionado pelo serviço de inteligência francês, a DST, que lhe propõe um pacto: poupá-lo da prisão se ele colaborar com os serviços secretos franceses e ingleses para encontrar os homens envolvidos na explosão. A investigação leva Vincent a Londres, onde, sob uma identidade falsa, ele tenta se aproximar de um homem de negócios inglês, Peter Burton, aparentemente manipulado pelos serviços secretos sírios. A DST e o MI5 forçam então Vincent a seduzir a esposa de Burton, Claire, uma francesa de caráter frágil. Vincent aproxima-se da moça e a manipula para forçá-la a colaborar com o MI5. Desestabilizado pelas jogadas da missão, Vincent vai ser rapidamente submergido pelos seus sentimentos.
Feliz Natal

Feliz Natal

Joyeux Noël (Alemanha, França, Grã-Bretanha (Reino Unido, UK), Romênia 2005). De Christian Carion. Com Guillaume Canet, Daniel Brühl. Em cores/116’. Classificação etária 14 anos.

Sinopse

Sinopse

Feliz Natal conta a verdadeira história da trégua de véspera de Natal declarada pelas tropas escocesas, francesas e alemãs nas trincheiras da Primeira Guerra Mundial. Os inimigos deixam suas armas por uma noite e se juntam em fraternidade e esquecem as brutalidades da guerra. Diane Krüger (Tróia), Daniel Brühr (Adeus, Lênin!) e Benno Fürmann (A Princesa e o Guerreiro) lideram um elenco internacional de primeira linha em um filme realmente poderoso e imperdível.
  • Inferno
  • Inferno
  • Inferno
  • Inferno
  • Inferno

Inferno

L'Enfer (Bélgica, França, Itália, Japão 2005). De Danis Tanovic. Com Emmanuelle Béart, Guillaume Canet, Carole Bouquet, Jacques Gamblin, Karin Viard, Marie Gillain. Em cores/95’.

Sinopse

Sinopse

Sophie, Céline e Anne são irmãs. Sophie, a mais velha, mora com o marido em Paris. Anne, a mais jovem, estudante de arquitetura, vive uma relação passional com seu professor Fréderic. Céline, que é solteira, cuida da mãe inválida, até que um misterioso homem surge em sua vida. Um incidente ocorrido na infância das três fará com que elas se reúnam para discutir o passado.
Inspirado na segunda parte do Inferno, de Dante, o roteiro é parte de uma trilogia planejada pelo roteirista Krzystof Piesiewicz e o cineasta Krzysztof Kieslowski, que não foi realizada devido à morte deste diretor, em 1996. Paraíso o primeiro roteiro desta trilogia, e foi filmado pelo alemão Tom Tykwer em 2001.


  • Jappeloup
  • Jappeloup
  • Jappeloup

Jappeloup

(França 2012). De Christian Duguay. Com Daniel Auteuil, Guillaume Canet, Marina Hands. Em cores/135’.

Sinopse

Sinopse

Nos anos 1980, Pierre Durand (Guillaume Canet) decide abandonar a carreira de advogado e se consagrar à sua grande paixão: o salto com obstáculos. Com o apoio do pai, ele aposta em um pequeno cavalo ridicularizado por todos: Jappeloup, um animal pequeno e imprevisível. Aos poucos, Durand faz grandes progressos, tornando-se um profissional respeitado. No entanto, quando participa dos jogos olímpicos de Los Angeles, o resultado é um grande fracasso. Durand é obrigado a reconhecer as suas fraquezas e tentar novamente, pensando nos jogos olímpicos de Seul.