Brigitte Bardot

Brigitte Bardot

(1934)

Biografia

<span class="bold">Brigitte Anne-Marie Bardot nasceu em Paris. Sua mãe a encorajava a ter aulas de música e dança, e ela por sua vez gostava.  Quando tinha 15 anos, Brigitte tentava a carreira de modelo e apareceu na capa da revista francesa Elle. Com sua beleza pronta para aparecer, ela partiu para o cinema. Em 1952, aparece em alguns filmes franceses e logo em 1</span>953 ela estreia em uma produção norte-americana, mas continuou a fazer filmes na França. A sexualidade explosiva de Brigitte chamou a atenção dos Estados Unidos, sobretudo dos homens. Sua magia nesse país se mostrou através de fotografias em revistas, filmes franceses dublados, e nas filas nos cinemas. Um pouco antes de completar 40 anos, ela deixa o cinema e dedica-se à vida longe dos holofotes, tentando desligar-se dos paparazis. Brigitte se torna líder ativa pelos direitos dos animais e funda a "Foundation Brigitte Bardot", dedicada a esta causa.




Participação nos filmes

  • As Grandes Manobras
  • As Grandes Manobras
  • As Grandes Manobras
  • As Grandes Manobras
  • As Grandes Manobras

As Grandes Manobras

Les Grandes manoeuvres (França 1955). De René Clair. Com Brigitte Bardot, Gerard Philippe, Jean Dessailly, Michele Morgan, Pierre Dux. Em cores/107’. Classificação etária 14 anos.

Sinopse

Sinopse

Uma cidade do interior, às vésperas da Primeira Guerra em 1914. Armand, tenente de cavalaria, aposta com um amigo que é capaz de seduzir a primeira mulher que vir pela frente. Esta vem a ser a costureira da rua principal. Primeiramente, ela recusa. Finalmente, cede, quando pensa que o belo oficial foi morto em duelo. O que seria um romance casual com uma bela moça parisiense transforma-se então numa grande paixão. Contudo, um ciumento vai revelar toda a história da aposta. Magoada, Marie-Louise observa a tropa partir para as manobras, prenúncio da verdadeira guerra. * Prêmio Louis Delluc 1955 *

As Malícias do Amor

Une Ravissante Idiote (França 1963). De Edouard Molinaro. Com Brigitte Bardot. Em cores/105’.

Sinopse

Sinopse

Harry, um bancário amável e tímido, está apaixonado por uma bela loira desconhecida. Depois de ser despedido pelo Banco e para se vingar do grande capitalismo, Harry, filho de pai russo e mãe inglesa, resolve oferecer seus talentos para os serviços da espionagem russa. Ele é encarregado de recuperar um dossiê importante. Contudo, o Almirantado britânico é alertado e substitui o dossiê por documentos falsos para desmascarar os espiões. Harry dá várias mancadas. Ao longo da missão ele conhece Penélope, a bela loura, por quem está secretamente apaixonado. Ele se declara a ela e com a sua ajuda - ela não é tão parva quanto parecia - ele consegue roubar o dossiê...
  • As Noviças
  • As Noviças
  • As Noviças
  • As Noviças
  • As Noviças

As Noviças

Les Novices (França, Itália 1970). Com Jean Carmet, Annie Girardot, Brigitte Bardot. Em cores/91’.

Sinopse

Sinopse

De Guy Casaril .


A freira Agnes segue para uma praia a fim de mergulhar no mar. Para isso, ela tirar o hábito e ficar apenas com as roupas de baixo. Enquanto está na água, é surpreendida por um rapaz em uma moto, que captura sua roupa. Depois de perder o controle e ir para cima do rapaz, ela é levada para uma delegacia, onde conhece Lisa, uma prostituta.

  • Bardot, a incompreendida
  • Bardot, a incompreendida

Bardot, a incompreendida

Bardot, la méprise (França 2013). De David Teboul. Com Brigitte Bardot. Em cores/115’.

Sinopse

Sinopse

Em 2011, a atriz francesa Brigitte Bardot autoriza um projeto de documentário sobre sua vida. Ela concede livre acesso ao diretor David Teboul aos seus arquivos familiares, mas se recusa a ser entrevistada.
  • Beleza Francesa
  • Beleza Francesa

Beleza Francesa

French Beauty (França, Grã-Bretanha (Reino Unido, UK) 2005). De Pascale Lamche. Com Juliette Binoche, Audrey Tautou, Brigitte Bardot, Catherine Deneuve, Jeanne Moreau, Sara Forestier. Em cores/68’.

Sinopse

Sinopse

Documentário que investiga o estatuto da beleza feminina no cinema e na cultura franceses. Através da exibição de trechos de filmes, imagens de arquivo e comerciais de televisão, o filme examina a relação entre o cinema e as indústrias de cosméticos, perfumes e moda. Depoimentos e imagens de ícones como Catherine Deneuve, Jeanne Moreau e Brigitte Bardot ilustram o glamour, o charme e a beleza das atrizes francesas.
  • E Deus Criou a Mulher
  • E Deus Criou a Mulher
  • E Deus Criou a Mulher
  • E Deus Criou a Mulher
  • E Deus Criou a Mulher

E Deus Criou a Mulher

Et Dieu créa la femme (França 1956). De Roger Vadim. Com Brigitte Bardot, Curd Jurgens, Jean-Louis Trintignant. Em cores/92’.

Sinopse

Sinopse

Juliette, órfã, inventa e impõe uma autonomia solar e provocante. A juventude e a beleza como promessas de felicidade. Deslizando entre a Saint-Tropez (sul da França) de ontem (os irmãos Tardieu que se ocupam da manutenção dos barcos dos pescadores) e a Saint-Tropez de amanhã (Eric Carradine, o rico estrangeiro), o nascimento e a afirmação de uma liberdade.

  • Garota Levada
  • Garota Levada
  • Garota Levada
  • Garota Levada
  • Garota Levada

Garota Levada

Cette sacrée gamine (França 1956). De Michel Boisrond. Com Brigitte Bardot, Françoise Fabian, Jean Poiret, Michel Serrault. Em cores/83’.

Sinopse

Sinopse


Paul Latour, proprietário de uma boate famosa, é suspeito de falsificar dinheiro. Decidindo deixar a cidade, ele confia sua filha Brigitte aos cuidados do amigo e cantor Jean Cléry. Longe de ser o protótipo da colegial comportada, a sedutora Brigitte cria problemas atrás de problemas. Será Jean capaz de resistir ao charme da jovem?

  • O Desprezo
  • O Desprezo
  • O Desprezo
  • O Desprezo
  • O Desprezo

O Desprezo

Le Mépris (França 1963). De Jean-Luc Godard. Com Brigitte Bardot, Michel Piccoli. Em cores/100’.

Sinopse

Sinopse


Paul Javal, roteirista, aceita dar nova versão à adaptação de "A Odisséia", que Fritz Lang está rodando em Roma, sob a produção de Jérôme Prokosch. Apaixonado por Camille, sua mulher, Paul fica enciumado quando ela aceita uma carona de Prokosch. Durante uma longa cena doméstica, Camille fala de seu desprezo pelo marido. O rompimento acontece em Capri, onde são realizadas as cenas externas e mais importantes do filme. Camille vai embora com Prokosch e ambos morrem num acidente de carro.

  • O Testamento de Orfeu
  • O Testamento de Orfeu
  • O Testamento de Orfeu
  • O Testamento de Orfeu
  • O Testamento de Orfeu

O Testamento de Orfeu

Le Testament d'Orphée (França 1959). De Jean Cocteau. Com Brigitte Bardot, Charles Aznavour, François Perier, Jean Marais, Jean-Pierre Léaud, Maria Casares. Em preto e branco/83’.

Sinopse

Sinopse


Um poeta do século dezoito viaja através do tempo em busca da sabedoria divina. Em um misterioso lugar, ele encontra diversos fantasmas simbólicos que trazem à tona sua morte e ressurreição. A exploração do torturante relacionamento entre o artista e sua criações.
Útimo filme do legendário escritor, artista e cineasta Jean Cocteau, onde ele também atua.

Quer Dançar Comigo

Voulez-vous Danser Avec Moi (França, Itália 1959). De Michel Boisrond. Com Brigitte Bardot, Henri Vidal. Em cores/90’.

Sinopse

Sinopse

Depois de uma briga com a mulher, Hervé conhece uma mulher sedutora numa boate noturna. Ela o convida à sua casa. Mas esta aventura sem conseqüências se transforma logo em tragédia. Pois a jovem é assassinada e Hervé se vê envolvido na investigação...