Atelier Recife

O encontro do Cinema Francês em Recife.

O Cineclube do Espaço André Malraux na Aliança Francesa Recife, continua em 2015 sua programação de cinema francês clássico e contemporâneo. São exibições de filmes, documentários, animações e homenagens, além da mostra “vídeo arte e cinema experimental” Todos os filmes são legendados em português e todas as sessões são gratuitas! Depois das projeções, são promovidos debates, dirigidos por Catarina Andrade, especialista do cinema francês, e Yann Beauvais cine ativista, crítico e produtor.

A maioria dos filmes apresentados no Espaço André Malraux faz parte dos acervos da Cinemateca da Embaixada da França no Rio de Janeiro e do Instituto Francês. Os filmes são legendados em português e disponíveis para projeção não comercial.

Espaço André Malraux

Aliança Francesa Recife
Rua Amaro Bezerra, 466 – Derby
Recife – PE – 52010-150

Ver mapa maior

 
  • Falstaff , O Toque da Meia-Noite
  • Falstaff , O Toque da Meia-Noite
  • Falstaff , O Toque da Meia-Noite

28/07 às 19h Falstaff, o toque da meia noite

Falstaff (Espanha, França, Suíça 1965). De Orson Welles. Em cores/113’.

Mostra Orson Welles e os Malditos Franceses

28/07 às 19h Mostra Orson Welles e os Malditos Franceses

(França 2016). De Orson Welles. Em cores/’.

  • Abril e o mundo extraordinário
  • Abril e o mundo extraordinário
  • Abril e o mundo extraordinário
  • Abril e o mundo extraordinário

18/06 ÀS 10H30 ABRIL E O MUNDO EXTRAORDINÁRIO

Avril et le monde truqué (Bélgica, Canadá, França 2015). Com Jean Rochefort, Marion Cotillard. Em cores/115’.

La jetée

14/08 às 19h30 La Jetée

(França 1962). De Chris Marker. Em preto e branco/29’.

  • Pele de asno
  • Pele de asno
  • Pele de asno

15/08 às 17h30 Pele de Asno

Peau d'âne (França 1970). De Jacques Demy. Com Catherine Deneuve, Jacques Perrin, Jean Marais. Em cores/100’. Classificação etária Livre.

  • Nas Garras do Vício
  • Nas Garras do Vício
  • Nas Garras do Vício

21/08 às 19h30 Nas Garras do Vício

Le Beau Serge (França 1958). De Claude Chabrol. Com Bernadette Lafont, Jean-Claude Brialy. Em preto e branco/93’.