Cine Le Corbusier em Brasília

O encontro do Cinema Francês em Brasília.

O Cineclube do Espaço Le Corbusier da Embaixada da França, agora chamado Cinemaison de Brasília, continua em 2016 sua programação de cinema francês. Todos os filmes são legendados em português e todas as sessões são gratuitas! Depois da projeção dos filmes, são promovidos debates, dirigidos pelo crítico de cinema Sergio Moriconi.

Para todos que querem desfrutar ou descobrir o cinema francês, basta solicitar o seu cartão de sócio através do: formulário de cadastro.

A maioria dos filmes apresentados no Cinemaison de Brasília faz parte do acervo da Cinemateca da Embaixada da França no Rio de Janeiro, constituído de mais de 600 filmes franceses, legendados em português, disponíveis para projeção não comercial.

CINEMAISON BRASÍLIA

Espaço Le Corbusier
Embaixada da França no Brasil
S.E.S Av. das Nações, Quadra 801 - Lote 04

Ver mapa maior

 

24.05 às 19h Herança africana, presença negra no cinema

Seleção de 4 curta-metragens:

África sobre o Sena de Mamadou Sarr e Paulin Vieyra. 
Os Príncipes Negros de Saint Germain-des-Prés de Ben Diogaye Beye
Mamãe(s) de Maïmouna Doucouré
KBELA de Yasmin Thayná

Os Dois Foscari

31.05 às 19h Os Dois Foscari

Seleção Ópera na Tela
I Due Foscari (Itália 2016). Em /129’.
Compositor: Giuseppe Verdi (1813-1901) Maestro: Michele Mariotti Direção: Alvis Hermanis Orquestra: Orquestra do Teatro alla Scala. Duração: 3 atos - duração: 2h09 Elenco: Plácido Domingo, Francesco Meli, Anna Pirozzi, Andrea Concetti e Chiara Isotton. Sinopse: Os dois Foscari são Francesco e seu filho Jacopo, que voltou do exílio para enfrentar as acusações de traição. Jacopo é inocente, mas nem os apelos de sua mulher Lucrecia nem os do seu poderoso pai são suficientes para salvá-lo da condenação pelo hostil Conselho dos Doze.

  • Crônica de um Verão
  • Crônica de um Verão
  • Crônica de um Verão
  • Crônica de um Verão
  • Crônica de um Verão

10.05 às 19h Crônica de um verão

Chronique d'un été (França 1960).
DJean Rouch e Edgar Morin. Documentário em cores/90’.
Durante o verão de 1960, o sociólogo Edgar Morin e Jean Rouch pesquisam sobre a vida cotidiana dos jovens parisienses para tentar compreender sua concepção de felicidade. Durante alguns meses este filme-ensaio segue, ao mesmo tempo, tal enquete, e também a evolução dos protagonistas principais. Ao redor da questão inicial «Como você vive ? Você é feliz ?», rapidamente aparecem problemáticas essenciais como a política, o desespero, o tédio, a solidão… Finalmente, o grupo interrogado durante a enquete se reúne em torno da primeira projeção do filme acabado, para discuti-lo, aceitá-lo ou rejeitá-lo. Com isso, os dois autores se encontram diante da experiência cruel, mas apaixonante, do « cinéma-vérité », ou seja, do cinema- verdade.

  • Minha Doce Pepper Land
  • Minha Doce Pepper Land

17.05 às 19h Minha Doce Pepper Land

My Sweet Pepper Land (Alemanha, França 2013).
De Hiner Saleem. Com Golshifteh FarahaniKorkmaz Arslan. Drama em cores/100’.
Após a queda de Saddam Hussein, Baran, um herói de guerra da independência do Curdistão, pensa em abandonar seu trabalho na polícia. Ele acaba aceitando uma posição em uma cidade distante na fronteira entre o Irã, o Iraque e a Turquia – uma verdadeira meca de contrabando e ilegalidade. Lá chegando, Baran conhece Govend, uma bela e jovem mulher que chegou lá para lecionar na escola local recém-aberta, apesar dos 12 irmãos que se opõem radicalmente à ideia.